Existem livros infantis que perpassam gerações e se tornam verdadeiros clássicos, emocionando não só os pequenos, mas os adultos também! Meu Pé de Laranja Lima, Reinações de Narizinho, O Pequeno Príncipe são apenas alguns exemplos de obras que marcaram a literatura infantil. Publicado pela primeira vez em 3 de Junho de 1969, o livro infantil Uma Lagarta Muito Comilona, do autor norte-americano Eric Carle, é um desses clássicos que, ainda hoje, mesmo depois de 50 anos do seu lançamento, movimenta o mercado literário, já tendo sido traduzido para mais de 65 idiomas!

Quem foi Eric Carle?

Acredito que a passagem de casa para a escola seja o segundo maior trauma da infância; o primeiro é, claro, nascer. De fato, em ambos os casos, deixamos um lugar de calor e proteção para um que é desconhecido. O desconhecido muitas vezes traz medo consigo. Nos meus livros, tento neutralizar esse medo, substituí-lo por uma mensagem positiva. Eu acredito que as crianças são naturalmente criativas e ansiosas para aprender. Eu quero mostrar a elas que o aprendizado é realmente fascinante e divertido.

Autor de mais de 70 livros e vencedor de muitos prêmios internacionais de literatura, Eric Carle nasceu nos Estados Unidos em 1929, mas aos seis anos mudou com seus pais para Alemanha. Seu sonho sempre foi voltar à sua terra natal e, quando o fez, já na vida adulta, começou a trabalhar como Designer Gráfico. Bill Martin Jr., autor e educador, viu seu trabalho como desenhista e entrou em contato com o jovem para ilustrar sua história recém produzida, assim Carle encontrou sua paixão: os livros infantis!

Sempre com alguma referência à natureza, seu primeiro livro totalmente original foi 1,2,3 to the Zoo, seguido pelo clássico Uma Lagarta Muito Comilona, obra que fez parte da história de pessoas do mundo todo ao longo de gerações.

Carle faz suas ilustrações através de colagens, usando papéis pintados à mão, que ele corta em camadas para formar imagens brilhantes e alegres. Ele cria suas obras para que sejam brinquedos para serem lidos, livros para serem tocados. O autor foi um dos precursores dos livros- brinquedo mas, para além disso, muitos recursos gráficos hoje existentes, surgiram de sua mente brilhante.

Uma Lagarta Muito Comilona: um livro que conquista pequenos e adultos há 50 anos

Um pequeno ovinho descansa em uma folha, deste ovo nasce uma pequena lagarta e ela está com muita fome… Pelo caminho ela encontra muitos tipos de alimentos, de pedacinho a pedacinho vai comendo todos eles e logo se torna uma lagarta beeem gorducha. E agora? O que fazer?

Este livro, como relata o autor, fala sobre esperança, afinal, para se tornar uma borboleta é preciso paciência, mesmo que em algum momento da vida exista alguma dor de barriga pelo caminho e mesmo que um casulo temporário seja necessário.

Eric Carle conta que muitas dúvidas chegaram até ele pelos amigos escritores e editores, “Por que ‘Uma Lagarta Muito Comilona’ faz tanto sucesso?”, segundo o próprio autor a história tenha, talvez, algo a ver com o amor e sobretudo, esperança.

Eric Carle deixa seu recado sobre a Lagarta Muito Comilona, confira:

 

Leiturinha comemora 50 anos de Uma Lagarta Muito Comilona com coleção de livros especial

Para celebrar o aniversário de 50 anos da obra Uma Lagarta Muito Comilona, a Loja Leiturinha preparou uma coleção de livros super especial: a Coleção Uma Lagarta Muito Comilona, 50 Anos! Junto com o clássico, o livro que completa essa coleção é o mais recente lançamento do autor: Uma Aranha Muito Ocupada, que, assim como a Lagarta, traz reflexões sobre a rotina contemporânea e uma das maiores questões atuais, o tempo.

 

 

Gostou? Para saber mais ou adquirir a Coleção Uma Lagarta Muito Comilona, 50 Anos, basta acessar as Coleções Leiturinha!

Profile photo of Paula Piffer

Estudante de Comunicação, faz parte do time de Conteúdo da PlayKids. Acredita que a literatura transforma as pessoas e a educação transforma o mundo!