O lobo não é mau! Livros que desconstroem estereótipos

por | mar 16, 2017 | 7 Comentários

Lobo mau parece ter aprontado todas ao longo da sua carreira para ter ganhado tamanha antipatia. A proposta da vez é ensinar às crianças uma lição brilhante sobre preconceitos e estereótipos.

Clássicos da literatura

O tempo passa, as formas de ler e o gosto literário das crianças e dos adultos se renovam. Pensando nisso, preparamos uma seleção especial que transita entre clássicos da literatura e suas releituras. Esta seleção gira em torno da desconstrução dos estigmas que criamos sobre o mundo, as pessoas, os animais e as coisas, por meio de uma linguagem atual e acessível ao olhar infantil. Você vai conhecer dois títulos que trazem um personagem muito visitado por leitores assíduos: o lobo mau.

De onde surgiu o lobo mau

Este é um personagem criado há muitos e muitos anos. Ele aparece em histórias como as Fábulas de Esopo. Sua personalidade é bem definida: mal intencionado, safo, melindroso e cruel. Mas, de onde vem essa fama tão ruim? Dizem que o lobo mau nasceu na Europa, um lugar onde lobos eram vistos como seres muito temidos.

Atravessando gerações, ele sempre esteve nas histórias infantis. Seja assoprando e destruindo a casa de três porquinhos indefesos, fazendo mingau de criancinhas ou devorando a vovó

Se o lobo é tão temido, por que devo contar sua história para meu filho?

Os livros e as histórias são instrumentos fundamentais para o desenvolvimento saudável na infância. Os contos estimulam aspectos afetivos e cognitivos além de estimular fatores como a autonomia e a autoestima. Logo nos primeiros anos de vida, as histórias assumem papel importante, se tornando uma forma de expressão não verbal. Através delas, são transferidos para o mundo imaginário aspectos do concreto, como o medo, os perigos e também a superação e a coragem. É aí que esse personagem entra… afinal, não importa qual a sua origem – o medo é sempre medo. Pode ser de ficar sozinho, do escuro ou até mesmo do… lobo.  

As histórias são um ótimo recurso para a abordagem dos medos e temores dos pequenos. É importante criar um espaço para que eles falem sobre suas inseguranças. Por isso preparamos uma seleção de clássicos relidos que acrescentarão muito na leitura compartilhada.

Este é o lobo | LeiturinhaEste é o lobo | Editora DCL

Este é um livro diferente. Com uma linguagem visual e um texto acessível, Este é o lobo resgata personagens clássicos para propor uma reflexão sobre valores e hábitos. Ele conta a história de um lobo famoso, mas que tem uma fama não muito boa. Afinal, ele comeu a vovozinha, assustou os três porquinhos e aprontou muito! Agora, ele é um lobo solitário e todo mundo tem medo dele… Mas a pureza e a bondade de uma criança, pode interpretar esta história de forma diferente! As ilustrações marcantes e o peso da mensagem levaram este título a ser um dos mais vendidos e adorados em 2016!

Quem escreveu este livro?

Alexandre Rampazo é formado pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo. Desde 2007 decidiu se dedicar ao universo infantil, escrevendo e ilustrando obras maravilhosas que conquistaram o apetite literário dos pequenos.

 

os-tres-porquinhos-e-o-lobo-esportista-leiturinha

Livro: Os três porquinhos e o lobo esportista

Os três porquinhos e o lobo esportista | Editora Elementar

Todo mundo já conhece a história do lobo que assoprou a casa dos três porquinhos tentando destruí-la para devorá-los depois. Pois é, o livro começa mais ou menos assim, no entanto a história promete um desfecho bem diferente… A magia deste livro está justamente em incitar um olhar novo sobre preconceitos antigos!

Quem escreveu este livro?

Dad Squari e Marcia Dualibe Forte. Squari é libanesa, mas mora em Brasília desde 1968, onde cursou letras. Forte, além de ser escritora, também faz sites e já compôs CD’s de narrativas de lendas amazônicas.

 

Gostou dos livros? Você também pode receber, mensalmente, os melhores livros infantis selecionados de acordo com a fase de desenvolvimento do seu filho. Faça parte e incentive a leitura desde cedo!
Categorias:
4 - 6 | 7 - 10 | Idade | Leiturinha | Livros
Escrito por Caroline Lara
Líder da Equipe de Curadoria da Leiturinha, é formada em Psicologia e mãe do Caetano. Leitora compulsiva, é apaixonada em provocar emoção, despertar a fantasia, entreter e alegrar pequenos através da literatura. Acredita que quanto menor nosso tamanho, maior a criatividade!
Relacionados
Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: como vencer a privação de sono e aprender a dormir junto com o bebê? Se fizeram noites infinitas desde que o meu bebê nasceu. Hoje, prestes a completar um ano de vida, nós já experimentamos fórmulas e incansáveis rituais do sono. Hora em hora,...

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Em primeiro lugar o processo de aprendizado da linguagem não é nada simples e envolve diversos fatores. Para falar, o pequeno precisa escutar bem, ter um entendimento daquilo que ouve, fazer um raciocínio lógico, escolher palavras. Enfim, são muitos fatores...

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: como vencer a privação de sono e aprender a dormir junto com o bebê? Se fizeram noites infinitas desde que o meu bebê nasceu. Hoje, prestes a completar um ano de vida, nós já experimentamos fórmulas e incansáveis rituais do sono. Hora em hora,...

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Em primeiro lugar o processo de aprendizado da linguagem não é nada simples e envolve diversos fatores. Para falar, o pequeno precisa escutar bem, ter um entendimento daquilo que ouve, fazer um raciocínio lógico, escolher palavras. Enfim, são muitos fatores...

Marina e Makolelê: livro infantil sobre gentileza e empatia

Marina e Makolelê: livro infantil sobre gentileza e empatia

“Rabo de peixe, cara de gente!” Makolelê é um gorila que todos os dias vai até Marina, uma sereia, para zombar dela. Um dia, Marina resolve falar como se sente quando ouve essas provocações. Essa é uma história sobre empatia, amizade e respeito construído entre seres...

7 Comentários

  1. Avatar

    Certa vez, um aluno perguntou…..AH. …ele não tem amigos…..vive sozinho na mata e tia?

    Responder
  2. Avatar

    Acho 0 blog muito interessante e quero aproveitar as literaturas para incentivar meu pequeno aprender a gostar de ler.
    Estão de parabéns pelo trabalho.

    Responder
  3. Avatar

    Interessante o trabalho com a leitura.

    Responder
  4. Avatar

    Parabéns

    Responder
  5. Avatar

    Assinei a Leitutinha a pouco tempo e também comecei acessar o blog, estou adorando as dicas!! Parabéns pelo bom trabalho!!

    Responder
  6. Avatar

    Eu sou apenas uma avó e professora tentando entender como as coisas estão funcionando atualmente e qual o verdadeiro objetivo das recontações dos clássicos. Quando dismitificamos a figura do Lobo Mau, (que atualmente passou a ser mau por causa de algum trauma, de preconceito ou por causa de qualquer outra coisa), não estamos expondo as crianças ao perigo? A figura do lobo , nos clássicos, não era utilizada como referência do mal que poderia acontecer à elas, no caso de desobediência, por exemplo? Se eu ensino a uma criança que o Lobo Mau só queria uma xícara de açúcar, deu um espirro que derrubou a casa do Porquinho, e que este acabou devorado”sem querer”, eu não estaria ensinando a uma criança que ela pode servir um copo de água a um possível agressor?

    Responder
  7. Avatar

    Agradeço as sugestoes de reeleitura dos classicos! Gostaria que houvesse uma troca de ideias acerca dos questionamentos da Sra. Ana Maria. Penso que sao reflexoes mto interessantes!

    Responder
Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *