Você sabia que ler para seu pequeno nos primeiros anos de vida é de extrema importância para o desenvolvimento dele? Pois é! Nessa fase as estruturas cerebrais estão em formação e os estímulos vindos dos livros colaboram – e muito – para o desenvolvimento dos pequenos e pequenas. 

Separamos algumas dicas sobre os tipos de livros para bebês ideais para trabalhar com eles!

Palavra da Curadoria

Para crianças de até um ano de idade, os livros mais indicados são os com contrastes em preto e branco, pois prendem a atenção dos pequenos. Afinal, nesses primeiros meses, a visão dos bebês ainda tem algumas limitações e precisa ser estimulada. Os livros de pano também são uma boa pedida e podem ser adotados como objetos de transição. Nesta fase, a leitura deve ser entoada, acentuando as palavras e explorando as ilustrações.

Confira a lista de livros para bebês

Preparamos uma lista de títulos já enviados pela Leiturinha:

1. Sítio do Picapau Amarelo 

Editora: Ciranda Cultural


Neste livro, os leitores conheceram o patrono da literatura infantil no Brasil: Monteiro Lobato. Os dedoches nos abrem um leque quase infinito de possibilidades para a criação de muitas histórias e garantem muita interação no momento da contação.

2. A Casa

Editora: Companhia das Letrinhas 

Com texto de Vinícius de Moraes e ilustrações de Silvana Rando, este livro apresenta essa incrível canção conhecida pela maioria de nós, adultos, por ser um clássico da Música Popular Brasileira. Perfeito para embalar os momentos de afeto com os pequenos, com aquele gostinho de nostalgia e aconchego.

3. O Pequeno Príncipe 

Editora: Ciranda Cultural

O Pequeno Príncipe é uma leitura obrigatória, que emociona leitores de todas as idades. E por que não apresentar clássicos literários como este em formatos inusitados aos bebês, de modo a propiciar o contato com os personagens de forma lúdica? Além disso, os livros de banho são companheiros resistentes, a serem levados para qualquer lugar!

4. Alice no País das Maravilhas

Editora: Yoyo

As texturas aplicadas ao conto clássico e universal de Lewis Carroll serão a porta de entrada para os pequenos no universo da literatura fantástica. Ao contar a história, é possível conduzir as mãozinhas dos bebês sobre os relevos e instigar sua imaginação, ampliando a história e a adaptando-a de acordo com as necessidades de cada criança.

5. Vamos brincar de esconde-esconde

Editora: Happy Books 

Os livros de pano são materiais ricos para os bebês, pois possibilitam uma interação diferenciada: tátil, sonora, afetiva e lúdica. Por meio do tato, o bebê conhece as texturas do livro e pode até desenvolver uma relação afetiva com ele, tornando-se seu objeto transicional, ou seja, objeto que transmite conforto e desperta seu interesse, quando os pais não estão por perto. Com este livro os pequenos aprendem por meio da leitura compartilhada, desenvolvendo a linguagem e tendo sua visão de mundo ampliada. O contato com diferentes tipos de materiais e conteúdos, desde os primeiros anos de vida, propicia o desenvolvimento de seu pequeno e influencia seu hábito pela leitura, quando mais velho.

6. Gato Preto, Gata Branca 

Editora: Carochinha

O conteúdo deste livro favorece o desenvolvimento dos pequenos devido aos contrastes. Este não é um livro-brinquedo (pano, banho, com texturas) e, portanto, a leitura compartilhada é essencial, o que fortalece os vínculos afetivos e desenvolve no pequeno a familiaridade com as pequenas narrativas com começo, meio e fim.

7. Livro chocalho

Editora: Yoyo Books

Percebida e já memorizada desde a gestação, a musicalidade está presente na voz materna, nos sons do ambiente, e em nas cantigas de ninar, que tanto fazem parte da rotina dos bebês. Os sons despertam a atenção dos pequenos naturalmente, seja com uma sacolinha de papel, com um instrumento musical ou com os tão amados chocalhos! Livros brinquedo que tem este recurso são um dos preferidos dos bebês leitores, assim como os da Coleção Livro Chocalho, da Editora Yoyo Books. Eles são pequenos para caberem nas mãozinhas, de material resistente, com chocalho e, de quebra, tem também um mordedor!

8. Cacá, o carneirinho 

Editora: Editora Vale das Letras

Os livros de banho são importantes instrumentos para estimular o desenvolvimento literário dos pequenos. Muitas vezes, este tipo de material é o primeiro contato deles com este universo. E este livro apresenta uma proposta diferente, pois o personagem de borracha que acende com água ou toque e fomenta ainda mais a interação da criança com a história.

Para receber livros incríveis como esse e incentivar a leitura em sua casa desde cedo, faça parte do Clube Leiturinha!

Leia mais:

Profile photo of Juliana Freitas

Formada em Psicologia, é apaixonada pela ciência e pelas artes literárias. Estuda o encontro entre a criança e o livro, a criança e o psicólogo e a criança e o mundo.