As parlendas integram o cenário infantil brasileiro há bastante tempo e têm muito o que ensinar. Isso porque elas fazem parte do folclore brasileiro e proporcionam, também, divertimento e aprendizado. Desta forma, todos estão integrados: tanto os pequenos, quanto nós, mediadores dessa atividade tão gostosa que é ler parlendas. Assim, pais e educadores utilizam versos para aguçar a imaginação e divertir as crianças.

Características e benefícios das parlendas

Não é difícil identificar uma parlenda ou mesmo interpretá-la, pois suas características são bastante básicas. Geralmente, são pequenos versos, com ou sem rimas, e não necessariamente com algum sentido. Entretanto, o que a diferencia é o seu caráter lúdico, importante para entreter e aguçar a imaginação das crianças.

Inclusive, a música infantil, de uma maneira geral, colabora com a memorização de números, dias da semana e diversos outros temas do nosso cotidiano e, por esse motivo, tem se tornado uma boa aliada para pais e educadores. Por meio das músicas, os pequenos aprendem e se divertem ao mesmo tempo! Pensando nisso, muitos professores e educadores estão criando suas próprias parlendas e cantigas de roda, com o objetivo de passar alguma mensagem ou ensinamento.

Conheça algumas parlendas

Corre, cutia
Na casa da tia
Corre, cipó
Na casa da avó
Lencinho na mão
Caiu no chão
Moço bonito
Do meu coração.

Três, quatro, feijão no prato.
Cinco, seis, chegou minha vez
Sete, oito, comer biscoito
Nove, dez, comer pastéis.

Hoje é domingo, pede cachimbo
Cachimbo é de barro, dá no jarro
O jarro é fino, dá no sino
O sino é de ouro, dá no touro
O touro é valente, dá na gente
A gente é fraco, cai no buraco
O buraco é fundo, acabou-se o mundo!

A galinha do vizinho
Bota ovo amarelinho.
Bota um, bota dois, bota três,
Bota quatro, bota cinco, bota seis,
Bota sete, bota oito, bota nove,
Bota dez!

Leia mais: