Você conhece a síndrome do bebê sacudido?

por | maio 14, 2020 | 1 Comentário

Bebês e crianças pequenas são muito frágeis, uma vez que ainda não têm as defesas do corpo totalmente formadas, e portanto, devemos ter cuidados especiais com eles. Você já deve ter ouvido falar da moleira, por exemplo, e do fato de que o sistema imunológico deles ainda está em formação. Bom, mas você já ouviu falar sobre a síndrome do bebê sacudido? Sabe o que significa essa síndrome de nome tão peculiar?  

O que é a Síndrome do Bebê Sacudido?

Como dito anteriormente, bebês e crianças são muito sensíveis em seus primeiros anos de vida. Nós, pais, avós, tios, às vezes, temos a mania de sacudir a criança quando estão chorando ou engasgada, como uma forma de acalmá-las. Porém, se o movimento for mais brusco, pode ser perigoso. Ao sacudir a criança, você pode acabar lesionando alguns vasos importantes e causar sintomas e consequências que colocam a vida dela em risco.

Mas por que isso acontece?

A cabeça da criança pequena é maior e mais pesada que o resto do seu corpo. Os ligamentos do pescoço também são mais fracos e a sacudida (o movimento de ir para frente e para trás) pode acabar rompendo os vasos e lesionando o cérebro. Isso, porque, o cérebro é oxigenado através da corrente sanguínea, e ao romper os vasos, o cérebro fica sem receber o sangue. A falta de sangue faz com que ele não “respire”, sendo lesionado e sofrendo danos cerebrais. 

Quais são os sintomas?

Os sintomas vão desde irritabilidade, dificuldade para ficar acordado, vômito, convulsões, cegueira e se não tratado desde o começo, pode evoluir para um coma e até morte. Por isso, os pais devem ficar atentos se houver as reações do bebê se por um acaso, ele for sacudido. Ao sinal de um sintoma mínimo, levar ao hospital e buscar tratamento. É importante buscar ajuda assim que notar alguma diferença pois as sequelas podem ser definitivas.  Porém, o melhor é evitar sacudir o bebê e utilizar outras técnicas para acalmá-lo. 

Dicas para acalmar o bebê!

1. O que fazer quando engasgar?

É comum que as vezes nosso bebê engasgue. Quando isso acontecer, ao invés de sacudir ou bater nas costas, o ideal é virar a criança de lado ou de bruços sobre o antebraço, inclinada para baixo. Dessa forma, ela irá soltar o leite e não correrá riscos. 

2. Um aconchego bem gostoso!

Ao enrolar o bebê, ele se lembra do aconchego do útero e também se sente mais à vontade. É contra indicado utilizar isso para dormir no berço, porém, um jeito seguro é usar o sling ou em um cobertor enquanto estiver no colo. 

3. Use a técnica dos sons repetitivos

Os bebês gostam que os pais façam sons repetitivos e isso auxilia com que se acalmem, pois se acostumam ao som e a pessoa que está fazendo.

É sempre importante estarmos de olhos abertos a todos os sinais que nossos bebês dão. Se houver qualquer dúvida ou sintoma, é de extrema importância consultar um pediatra.

Leia mais:

Escrito por Michelle Rachid
Bióloga, acredita que a aprendizagem eficaz acontece por meio da leitura e das brincadeiras. Leitora voraz, ama viajar, é fã de carteirinha de animações e autora no Blog Leiturinha.
Relacionados
5 brincadeiras para estimular a criatividade das crianças

5 brincadeiras para estimular a criatividade das crianças

As crianças são os seres mais criativos do mundo! E são muitas as brincadeiras para estimular a criatividade das crianças. No entanto, muitos de nós vão perdendo essa habilidade ao longo dos anos, sobretudo quando crescemos e deixamos de acreditar na importância da...

Como cuidar da saúde mental das crianças?

Como cuidar da saúde mental das crianças?

O termo saúde mental tem se tornado cada vez mais popular. Hoje, felizmente, fala-se muito sobre o bem-estar emocional de jovens, adultos e idosos. No entanto, esse é um tema que deve ser essencial durante toda a vida, sobretudo na infância. Afinal, os pequenos e...

5 brincadeiras para estimular a criatividade das crianças

5 brincadeiras para estimular a criatividade das crianças

As crianças são os seres mais criativos do mundo! E são muitas as brincadeiras para estimular a criatividade das crianças. No entanto, muitos de nós vão perdendo essa habilidade ao longo dos anos, sobretudo quando crescemos e deixamos de acreditar na importância da...

Como cuidar da saúde mental das crianças?

Como cuidar da saúde mental das crianças?

O termo saúde mental tem se tornado cada vez mais popular. Hoje, felizmente, fala-se muito sobre o bem-estar emocional de jovens, adultos e idosos. No entanto, esse é um tema que deve ser essencial durante toda a vida, sobretudo na infância. Afinal, os pequenos e...

1 Comentário

  1. Avatar

    Conheço um bebê que foi diagnosticado como sendo surdo ou tendo pouca audição. Mas ele solta sons. Faz carrinho cm a boca. Se falo cm ele ele tenta falar do seu jeito. Ele pode estar conseguindo ouvir algo?

    Responder
Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *