Muitos dos hábitos que um indivíduo tem quando adulto começam a ser formados logo nos primeiros anos de vida. Assim como o mau comportamento deve ser corrigido de maneira adequada, os bons comportamentos devem ser estimulados para que a criança os leve durante toda a sua vida.

A leitura é um desses hábitos. Com muitas opções de histórias e livros infantis, a apresentação de um livro para a criança deve começar o mais cedo possível, tanto através de livros que as próprias crianças possam apreciar, quanto pelos pais, que podem acompanhar esse momento lendo para os pequenos enquanto estes se dedicam exclusivamente a ouvir e acompanhar as páginas, seja em livro online, digital ou em exemplares físicos.

Neste momento, a história infantil ilustrada é essencial para despertar o interesse dos pequenos em ler e acompanhar as histórias. Ilustrações – principalmente em desenhos – garantem que as crianças possam deixar sua imaginação mais livre para pensar em ações e conseguirem visualizar as aventuras e desventuras dos personagens.

Ilustrações são mais do que decoração

As ilustrações são muito mais do que um atrativo para a capa de um livro e seu “acabamento”. Além de oferecerem um suporte para a história, elas permitem uma experiência inovadora e completa de um universo, seja ele de fantasia, aventura, ou outros gêneros.

Quando a criança recebe um livro ilustrado, não ocorre apenas a leitura de um texto e uma imagem, e sim a criação de uma experiência muito mais completa. É possível apreciar o formato, o uso do enquadramento utilizado pela editora, a relação entre a capa e o seu conteúdo, assim como a articulação do texto com os desenhos, principalmente no caso dos livros de poesia para criança.

Valorização de desenhos e outras formas de expressão

A literatura infantil caminha lado a lado com o trabalho de ilustradores. Alguns livros vão ainda mais longe e buscam também oferecer experiências sensoriais, através de texturas, sons e tecnologia 3D. Livros “pop-up”, em que as figuras se desdobram em formas saltadas das páginas, também são uma excelente maneira de conseguir a atenção dos pequenos leitores.

Seja em versões de livros clássicos adaptadas para as crianças – como A Divina Comédia, Moby Dick, Ilíada e outros – ou em histórias mais recentes e inéditas, são várias as maneiras de garantir que as crianças tenham um contato inicial com os livros e posteriormente, após a alfabetização, com a leitura.

Trabalhos de arte que geram vínculos

Os livros de história infantil com ilustrações também são mais do que um livro para criança ou livro para bebê. Por se relacionarem com o lado mais lúdico dos pequenos em seus primeiros anos de vida, eles são capazes de criar um vínculo afetivo, permitindo que a pessoa revisite essa história anos mais tarde e tenha boas recordações desse tempo.

As ilustrações muitas vezes acabam inspirando trabalhos artísticos e estimulam a experiência do mundo ao redor. Afinal, é muito importante que a criança tenha sua criatividade estimulada e colocada em prática, ajudando não apenas o seu lado cognitivo, mas também a sua coordenação motora, ao realizar atividades como desenhar, pintar e mexer em um livro – virando páginas, carregando o item, etc.

Familiaridade com imagens

As imagens permitem também a familiaridade com o jovem leitor. Afinal, traços mais descontraídos podem se aproximar de desenhos e outros programas visuais com que as crianças têm contato diariamente, permitindo que elas assimilem com maior facilidade o conteúdo que têm em mãos.

Conheça os principais livros infantis ilustrados aqui no Leiturinha, indicados para crianças e adultos, estimulando o contato com a literatura infantil e ajudando a conquistar o interesse dos leitores mais jovens.