Roer unha é um dos hábitos mais comuns na infância, junto com chupar dedo. Quando percebem que os filhos estão roendo as unhas, muitos pais reagem de forma a proibir o hábito de maneira rápida e imediata. Quem nunca ouviu falar de alguém que colocou pimenta ou esmalte com gosto amargo nas unhas das crianças? Claro que é importante estar atento e não incentivar esse hábito, pois, além de machucar os cantinhos das unhas e dos dedos, roer a unha pode ainda levar bactérias para a boca das crianças, uma vez que as mãozinhas estão sempre em contato com tudo. Mas qual a melhor maneira de ajudar?

parar de roer unhas (2)

Enquete realizada no Instagram da Leiturinha.

Como ajudar os pequenos a parar de roer unhas?

Em primeiro lugar, é importante entender que este hábito geralmente está associado à necessidade de suprir alguma falta, para se acalmar, para lidar com a ansiedade e o medo ou, até mesmo, como um ato involuntário. Portanto, para ajudar o seu pequeno a parar de roer unhas, é preciso investigar os motivos que o levaram a desenvolver este hábito, pois ele pode estar escondendo questões maiores. Reunimos aqui 6 dicas para ajudar seu pequeno a parar de roer unhas:

1. Tente descobrir o que está levando a criança a roer unha e então agir sobre o problema: Mudança de escola, a chegada de um irmãozinho, separação dos pais, alguma angústia… Muitas vezes, por mais próximos que os pais sejam dos pequenos, algo pode escapar ao olhar. Portanto, esteja atento(a) aos sinais de que seu pequeno está passando por algum problema. 

2. Ajude seu filho a ter consciência do hábito e incentive-o a perceber quando e onde ele rói as unhas: É muito importante identificar em que momentos a criança tende a roer unha e mostrar para ela o que ela está fazendo, pedindo, educadamente, para ela parar.

3. Combine com seu pequeno um “sinal secreto” para alertá-lo quando estiver roendo as unhas: Pode ser dar um toque no braço ou dizer uma palavra-chave.

4. Tentem encontrar alguma atividade que possa substituir a necessidade de roer as unhas: Para algumas crianças, os trabalhos manuais são uma ótima maneira de manter as mãos ocupadas e relaxar. Para outras, aprender a tocar um instrumento também pode ajudar muito.

5. Recorra ao diálogo: Se a criança já é maiorzinha (a partir de 3 ou 4 anos), você pode conversar e explicar que este hábito não é saudável e pode causar problemas, sendo importante que ela tente se “policiar” para parar de roer a unha assim que perceber que está fazendo isso.

6. Busque orientação de um psicólogo: Caso nenhuma dessas dicas funcione com seu pequeno, uma boa alternativa é procurar um profissional que possa orientar a melhor forma de agir para ajudar a criança. Isso também pode ajudar muito quando a causa do hábito está relacionada com problemas que a criança esteja passando e que você não sabe como lidar.

Confira também: Atenção aos sinais de que seu filho precisa de um psicólogo

Profile photo of Ana Clara Oliveira

Jornalista e autora no Blog da Leiturinha, é fascinada por tudo que envolve o mundo da leitura, da educação e da infância. Acredita que as palavras aproximam pessoas, libertam a imaginação e modificam realidades. Gosta de escrever, viajar e aprender sempre.