A tecnologia em favor do desenvolvimento e aprendizado infantil

Não é nenhuma novidade que os pequenos de hoje em dia já nascem conectados. A chamada Geração Alpha trouxe crianças que, antes mesmo de aprender a falar ou andar, já lidam com muita familiaridade com celulares e tablets. Se você tem um filho, um sobrinho ou um primo nascido depois de 2010, com certeza, já se espantou com a agilidade dos dedinhos e a facilidade com que navega e interage com as novas tecnologias.

De acordo com um estudo realizado pelo órgão profissional para pediatras no Reino Unido, Royal College of Paediatrics and Child Health (RCPCH), feito com 109 pessoas, estima-se que a média de tempo de crianças e jovens adultos em frente ao smartphone é de três horas, enquanto o tempo dedicado ao tablet é de duas horas e meia diárias. Como, então, utilizar este tempo em favor do aprendizado infantil?

7 dicas para usar a tecnologia para incentivar a leitura entre as crianças

Como toda novidade, cabe a nós, adultos, filtrar e cuidar para que o uso e o contato com as novas tecnologias sejam positivos, e não negativos, para o desenvolvimento infantil. Quando produzidos e curados cuidadosamente por especialistas, os conteúdos digitais podem, e muito, colaborar com o aprendizado de pequenos e pequenas, podendo, inclusive, colaborar com o incentivo à leitura! Para ajudar pais, mães e educadores nesse objetivo, reunimos aqui 7 dicas para usar a tecnologia para incentivar a leitura. Confira:

1. Aproveite para reviver histórias conhecidas recontadas de novas formas e em outros idiomas.

A série da Sosô Uribe, encontrada no PlayKids App faz isso lindamente. Sosô conta as histórias em Inglês, ajudando a fixar os conceitos da literatura e aprender o idioma Inglês. Assim, após esse estímulo, pode-se mostrar à criança a mesma história, mas agora em formato de livro! Será muito gostoso para os pequenos revisitar o mesmo conteúdo em uma diferente plataforma.

2. Explore os livros digitais!

No PlayKids App existe uma biblioteca digital recheada de livros divididos por temas! Assim seu pequeno poderá se deliciar e aproveitar todos os benefícios que a leitura proporciona, com apenas um tablet ou um celular em mãos!

3. Procure um som ou uma música que combine com o momento de leitura.

Por exemplo, o ponto alto da história chegou, brinque de achar a música ideal de suspense. Transforme a hora da história em algo compartilhado e divertido. Além dessa estratégia trazer sinestesia, ela também estimula a criatividade e autonomia do pequeno.

4. Incentive que a criança use o celular ou tablet para procurar o significado de palavras desconhecidas encontradas durante a leitura.

Se preferir, tenha um aplicativo de dicionário para facilitar a busca. Assim, você já ensina uma forma bacana de localizar os significados das palavras, aumentar o vocabulário e ainda usar a tecnologia de forma segura, aplicada e funcional.

Ainda não faz parte do nosso clube de leitores? Incentive a leitura em sua casa também com o Kit Leiturinha!

5. Aproveite as histórias interativas.

Há vários aplicativos que contam as histórias clássicas, mas com algumas animações e interações ao decorrer das páginas, tornando a experiência mais exploratória, divertida e inusitada. Uma ótima dica são as histórias do Dr. Seuss!

6. Após contar a história, convide seu filho a usar o tablet para fazer um desenho retratando a narrativa.

Assim, você cria um contexto para certificar que seu filho compreendeu a história, e ainda uma maneira divertida de comentar os pontos que ele mais gostou.

7. Ensine ou busque com seu pequeno as letras de suas músicas favoritas e, ao achá-las, peça para que ele as leia em voz alta, e depois cantem juntos.

Assim você dá oportunidade para que a criança conheça e assimile diferentes palavras, além de certificar se ela já conhecia a letra toda. Ao cantar, seu filho pratica a dicção, a entonação e vocês ainda se divertem juntos!

Leia também: 

Profile photo of Nathalia Pontes

Mestranda em Psicologia da Educação, Psicopedagoga e Escritora, acredita que aprender é uma combinação entre autoconhecimento, troca e curiosidade pelo novo. É apaixonada por educação, desenhos, viagens e literatura.