Prêmio Reclame Aqui

Meu filho não quer mais ler: 10 dicas para continuar a incentivar a leitura na pré-adolescência

por | jul 18, 2019 | 1 Comentário

Um sofá, uma televisão sempre ligada. Um game, olhares concentrados. Um convite dos amigos para brincar, muitos cursos extracurriculares. Tempo ou disponibilidade para ler por prazer? Quase nada. Cenas como esta são comuns quando se tem uma criança de 10 anos ou mais em casa. Não é mesmo?

Os anos passam e, se antes era mais fácil controlar as atividades que seu pequeno fazia, agora é quase impossível, já que quanto mais velhos, mais definidos os seus gostos, preferências e personalidade ficam. Neste momento, quem tem a oportunidade de acompanhar de perto esta fase, verá que a intensidade dos sentimentos muda bem como os interesses e hábitos. É a pré-adolescência que vem se anunciando aos poucos, colocando novos desafios para os pequenos e para quem convive de perto com eles.

Como manter o interesse pelos livros nesta fase?

Incentivar a leitura é sempre algo desafiador. Passa primeiro pelo perfil de leitura de quem faz o convite. Do que você mais gosta de ler? Como foi seu contato com a leitura desde a infância? Quanto tempo dedica por dia/semana para ler? Tudo isso importa quando tentamos incentivar a leitura, já que, como nos diz Michèle Petit, em A Arte de Ler (1999), o hábito de ler não se ensina, se transmite, e o exemplo é a melhor maneira.

Para contagiar alguém e dar a esse alguém um pouco do seu desejo de ler é preciso sentir verdadeiramente esse desejo. É como estar apaixonado e contar ao outro sobre sua paixão.

10 dicas para continuar a incentivar a leitura na pré-adolescência

Pensando em todos estes desafios, listamos aqui alguns aspectos a serem levados em consideração para melhorar o hábito de leitura em casa com seu pequeno. Confira 10 dicas para continuar a incentivar a leitura na pré-adolescência:

1. Leia um bom livro você também! Busque prazer na leitura e deixe que seu pequeno o veja lendo, comentando sobre o livro. Se possível, conte a ele sobre o que você está lendo.

2. Leve seu pequeno a bibliotecas públicas e livrarias. Estes espaços são um prato cheio para quem ama ler e, para quem ainda está desenvolvendo o hábito, pode ser um grande incentivo. Deixe que seu pequeno escolha o que quer ler e tente conhecer um pouquinho de seu mundo através destes livros!

3. Sobre o que ele gosta? Busque aprender sobre livros infantis que são sucesso entre crianças da mesma idade de seu pequeno. Esta troca, ou intercâmbio de interesses, é muito positiva para que seu pequeno sinta que tem vez e voz em casa e que suas escolhas são respeitadas e valorizadas.

4. Construa um cantinho de leitura! Escolham um local mais calmo da casa, reorganizem e decorem juntos, deixando com a cara do seu pequeno. Assim, vocês terão um motivo a mais para tirar um momento para a leitura.

5. Cada um com seu livro, vocês podem combinar horários para lerem juntos e, depois, compartilharem sobre o que leram.

6. Leia para seu pequeno antes de dormir. Quando isso vira um hábito, vocês tem um momento só de vocês, garantido, todos os dias.

7. Deixe que seu pequeno leia para você! Ainda que a leitura esteja truncada, ainda que o livro escolhido não seja o que você escolheria, ouça com atenção histórias contadas por ele. Assim, você passa adiante este ato de amor que é a contação de histórias!

8. Se tiver irmãos, melhor ainda! Crie momentos em que um conte histórias para o outro (lendo palavras ou somente imagens, ou ainda inventando histórias).

9. Os livros podem ajudar a introduzir ou aprofundar em temas delicados ou importantes, pelos quais a família ou a criança esteja passando. Por exemplo: morte, medos, separação, bullying, respeito, temas políticos e sociais, entre outros!

10. Diversifique os livros! Procure oferecer tipos de livro e gêneros literários diferenciados. Não se importe tanto com a quantidade de texto, mas com a qualidade literária. Por exemplo, livros imagem, sem texto escrito, podem ser tão complexos quanto um livro de 200 páginas. Eles irão despertar interesse e estimular a leitura assim como um livro cheio de palavras. Ler é essa experiência ampla que se pode ter com o livro e isso independe da quantidade de texto.

E você? Como faz em casa com seu pequeno? Conta pra gente!

Ainda não faz parte do nosso clube de leitores? Incentive a leitura em sua casa também com o Kit Leiturinha!
Categorias:
10+ anos | Dicas | Leiturinha
Escrito por Sarah Helena
Mãe da Cecília, formada em Psicologia, especialista em Filosofia e Mestranda em Educação Profissional e Tecnológica. Sempre trabalhou com famílias, especialmente com os pequenos. Por esse amor ao universo afetivo infantil, hoje, na Leiturinha, ela integra o time de Curadoria e colabora fortalecendo o vínculo das famílias leitoras através da experiência da literatura.
Livros selecionados por faixa etária, todo mês na sua casa. Saiba Mais.
Relacionados
Banhinho é Bom: o Castelo Rá-Tim-Bum como você nunca viu

Banhinho é Bom: o Castelo Rá-Tim-Bum como você nunca viu

Já parou para pensar que tomar banho é uma das atividades que mais repetimos ao longo da vida? Imagina só quantos minutos você já passou debaixo de um chuveiro. Essa atividade é tão relevante para o ser humano e para a vida em sociedade que não é de surpreender que o...

Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

“Viver a maternidade real é me doar a todo momento. É pensar e estar com ele no meu pensamento 24 horas por dia. É me preocupar, é sentir esse medo, acho que até mesmo um medo de perder. É querer aproveitar cada momento como se fosse único e pedir que o tempo pare."...

Banhinho é Bom: o Castelo Rá-Tim-Bum como você nunca viu

Banhinho é Bom: o Castelo Rá-Tim-Bum como você nunca viu

Já parou para pensar que tomar banho é uma das atividades que mais repetimos ao longo da vida? Imagina só quantos minutos você já passou debaixo de um chuveiro. Essa atividade é tão relevante para o ser humano e para a vida em sociedade que não é de surpreender que o...

Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

“Viver a maternidade real é me doar a todo momento. É pensar e estar com ele no meu pensamento 24 horas por dia. É me preocupar, é sentir esse medo, acho que até mesmo um medo de perder. É querer aproveitar cada momento como se fosse único e pedir que o tempo pare."...

Clube de livros infantis: Vale a pena fazer parte de um?

Clube de livros infantis: Vale a pena fazer parte de um?

Um grande consenso entre os adultos é que a infância passa rápido. 💨 Quem nunca parou para pensar nos seus dias de criança e desejou reviver alguns desses momentos? São muitas as experiências que começam nessa fase da vida e que continuamos a carregar conosco para...

1 Comentário

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *