Fraldas ecológicas: as fraldas de pano voltaram?

por | set 10, 2019 | 0 Comentários

Ao longo de um ano, um bebê usa em média 4 mil fraldas descartáveis. Se você tem um pequenino em casa, sabe – e vive – na pele o que isso significa, principalmente no que diz respeito ao orçamento familiar. Mas além disso, as fraldas, após utilizadas e descartadas, levam de 450 a 600 anos para se decompor. Levando tudo isso em consideração, as fraldas ecológicas têm ganhado cada vez mais popularidade. E se engana quem pensa que isso é coisa do tempo dos nossos avós. Muito mais modernas e práticas, as fraldas de pano estão conquistando pais e mães por aí. 

Quais as vantagens das fraldas ecológicas? 

Se ali em cima falamos que ao longo de um ano, um bebê chega a usar 4 mil fraldas descartáveis, com as fraldas de pano, esse número cai para menos de trinta para um enxoval inteiro. Isso significa menos impacto no meio ambiente e menos custo para a família. Além disso, as fraldas de pano são confortáveis e fresquinhas, colaborando com a diminuição das assaduras e dermatites. 

Tá. Mas as fraldas ecológicas são realmente práticas? 

Para quem está acostumado a descartar as fraldas sujas a cada troca, pode ser que as fraldas de pano pareçam muito pouco práticas. Afinal, diferentemente das descartáveis, não basta embrulhá-las e jogá-las no lixo. Porém, também não precisa pensar que é algo como “antigamente”. 

Hoje em dia, muito mais modernas, as fraldas de pano contam com uma capa com o formato tradicional e um ou dois absorventes (paninhos que se encaixam na parte interna). Na hora da troca, basta retirar o absorvente interno, e colocar a capa para lavar – na máquina mesmo. Para lavar os paninhos absorventes é preciso descartar na privada antes, no caso de cocô, e passar em água corrente para depois colocar na máquina também. Além disso, as fraldas são ajustáveis de acordo com o tamanho do pequeno, com velcros ou botões para fechar. 

E vale testar? 

Bom, se você se interessou e quer experimentar os benefícios das fraldas ecológicas, vale testar sim! Você pode comprar um kit transição com algumas fraldas para ver se você e seu pequeno se adaptam. Como várias outras coisas, há famílias que se adequam muito bem à dinâmica da rotina com as fraldas de pano e há outras que não. E tudo bem! O importante é você e seu bebê se sentirem bem e confortáveis. Uma opção para quem não consegue – ou não quer – encaixar o uso das fraldas ecológicas mas quer reduzir o uso e o impacto das descartáveis, vale ter uma ou outra para usar em dias específicos e quando estão em casa, como aos finais de semana por exemplo. 

E você? Já usou ou usa as fraldas de pano? Conte para a gente a sua experiência! 

Leia também: 

Categorias:
0 - 3 | Bebê | Cuidados | Idade
Escrito por Ana Clara Oliveira
Jornalista e editora do Blog da Leiturinha, é fascinada por tudo que envolve o mundo da leitura, da educação e da infância. Acredita que as palavras aproximam pessoas, libertam a imaginação e modificam realidades. Gosta de escrever, viajar e aprender sempre.
Relacionados
4 dicas para combater o preconceito infantil

4 dicas para combater o preconceito infantil

O preconceito é construído socialmente, a partir das nossas interações com o mundo e com os outros. A cada interação e troca, a criança vai absorvendo e compreendendo o mundo. Assim, ela vai construindo os seus valores e suas percepções. Nisso, muitas coisas boas...

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: como vencer a privação de sono e aprender a dormir junto com o bebê? Se fizeram noites infinitas desde que o meu bebê nasceu. Hoje, prestes a completar um ano de vida, nós já experimentamos fórmulas e incansáveis rituais do sono. Hora em hora,...

4 dicas para combater o preconceito infantil

4 dicas para combater o preconceito infantil

O preconceito é construído socialmente, a partir das nossas interações com o mundo e com os outros. A cada interação e troca, a criança vai absorvendo e compreendendo o mundo. Assim, ela vai construindo os seus valores e suas percepções. Nisso, muitas coisas boas...

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: como vencer a privação de sono e aprender a dormir junto com o bebê? Se fizeram noites infinitas desde que o meu bebê nasceu. Hoje, prestes a completar um ano de vida, nós já experimentamos fórmulas e incansáveis rituais do sono. Hora em hora,...

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Em primeiro lugar o processo de aprendizado da linguagem não é nada simples e envolve diversos fatores. Para falar, o pequeno precisa escutar bem, ter um entendimento daquilo que ouve, fazer um raciocínio lógico, escolher palavras. Enfim, são muitos fatores...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *