Seu pequeno está naquela fase que chora sente raiva e não consegue expressar claramente o que está sentindo? Nós temos uma ótima dica para vocês!

Livros que apresentem os sentimentos são uma ótima ajuda nessa etapa. Nos estudos de psicologia, aprendemos que sentimentos são sensações corporais próprias dos seres humanos; porém, a nomeação desses sentimentos é algo aprendido e possui origem social. Ou seja, há uma distinção entre sentir e nomear sentimentos. Para aprendermos a agir diante destes sentimentos, sejam eles nossos ou do outro, precisamos aprender seu significado e, consequentemente, aprender a nomeá-los. A literatura pode ser facilitadora neste processo. 

A literatura infantil ajudando no desenvolvimento da inteligência emocional

A literatura é utilizada na infância como forma de identificação e abordagem de sentimentos, de perdas, de observação do todo e vivência. O psicólogo Bruno Bettelheim em sua associação dos contos de fadas e a análise infantil, a literatura pode ser um objeto de compreensão e organização de atributos psicológicos

Na obra “A psicanálise dos contos de fadas”, o autor diz que para dominar os problemas psicológicos do crescimento, questões fraternas, ser capaz de abandonar dependências infantis; obter um sentimento de individualidade e de autovalorização, e um sentido de obrigação moral – a criança necessita entender o que se está passando dentro de seu eu inconsciente. 

Segundo o autor, “Ela pode atingir essa compreensão, e com isto a habilidade de lidar com as coisas, não através da compreensão racional da natureza e conteúdo de seu inconsciente, mas familiarizando-se com ele através de devaneios prolongados – ruminando, reorganizando e fantasiando sobre elementos adequados da história em resposta a pressões inconscientes. Com isto, a criança adequa o conteúdo inconsciente às fantasias conscientes, o que a capacita a lidar com este conteúdo.”

Por isso, para os pequenos Pré-leitores, a Equipe de Curadoria da Leiturinha seleciona livros que abordam essa temática de maneira leve e acessível à compreensão infantil!

Sorrir, Chorar

Autores: Tânia Mccartney e Jessracklyeft
Editora: Saber e Ler

Na primeira infância ainda é muito difícil entender a relação entre comportamento e emoção. Os pequenos não têm compreensão da causa dos sentimentos, eles puramente os expressam. Entender a origem destes sentimentos é muito importante para a educação emocional dos pequenos, e falar sobre eles não é uma tarefa fácil. Para que os pequenos aprendam a nomear o que sentem é preciso muita conversa e dedicação.

Por meio deste livro, por exemplo, é possível conversar com os pequenos sobre a importância de sorrir, mas também de chorar, compreendendo que cada sentimento tem seu papel. Além disso, falar sobre traços dos personagens ajuda os pequenos a exprimem suas opiniões sobre si mesmos, elaborando seus próprios sentimentos. Os pequenos poderão ainda se identificar com as situações que o livro apresenta, sentindo-se confortáveis e mais seguros ao passar por situações semelhantes. 

Leia também: 

Profile photo of Caroline Lara

Faz parte da Equipe de Curadoria da Leiturinha, é formada em Psicologia e mãe do Caetano. Leitora compulsiva, é apaixonada em provocar emoção, despertar a fantasia, entreter e alegrar pequenos através da literatura. Acredita que quanto menor nosso tamanho, maior a criatividade!