Os livros como um lugar seguro para abordar temas difíceis com os pequenos

Já falamos aqui no Blog Leiturinha sobre como a literatura é atemporal e não tem uma finalidade específica pois, ao não se prestar a isso, é fiel a si mesma e ao que seu autor ou autora desejou transmitir ao criar a obra. Porém, ao ser escrito, o livro passa a pertencer a quem o lê, fazendo sentido de acordo com o repertório e as experiências de cada um.

Os livros, assim, passam a ser um lugar seguro para conhecer o mundo, transitar por diferentes pontos de vista, experimentar sentimentos e emoções e, por isso, se conhecer melhor! Além disso, a linguagem lúdica contribui para que a mensagem chegue mesmo para as pessoas mais fechadas, pois se comunica por outra via, que não a da razão.

Instagram-Leiturinha

Os livros infantis não fogem a essa regra. Eles são capazes de despertar sentimentos, remeter a situações fictícias e reais e, por isso, são grandes aliados no momento de tratar temas delicados com os pequenos. Em uma enquete no Instagram da Leiturinha, perguntamos aos pais se os livros infantis os ajudavam a abordar temas complexos com seus pequenos. De um total de 397 pessoas que responderam, 93% afirmaram usar a literatura para tratar temas delicados com os filhos. Afinal, por meio dos livros, os pequenos podem experimentar diferentes pontos de vista sobre a mesma questão e, se estão passando por momentos semelhantes, podem perceber que existem outras maneiras de encarar os fatos e outras formas de pensar e agir.

Não podemos subestimar as crianças!

Quando se trata de livros infantis, os mais diversos temas delicados são abordados de forma lúdica, se tornando verdadeiros porta-vozes da realidade para os pequenos. Por isso, livros que não subestimam os pequenos são fundamentais para apresentar fatos, sentimentos e questões importantes, como a vida e a morte, os medos e as angústias, e situações delicadas como bullying e outros tipos de violência, por exemplo.

Além disso, cabe também a nós, adultos,  não subestimar a capacidade dos pequenos de conhecer e encarar a realidade como ela é. Falar sobre algo que a criança já observa, ainda que de forma distanciada, dá a ela a oportunidade de aprender a lidar com o assunto, seja ele qual for. As crianças vivem em um mundo onde há guerras, conflitos, entre tantas outras coisas com as quais nem sempre queremos lidar. Mas, uma vez tratados pela literatura, tais temas são apresentados em um lugar seguro, em que os pequenos poderão levar o tempo necessário para conseguir lidar com o assunto, trilhando, assim, seu caminho para o amadurecimento.

Portanto, que tal apresentar os mais diversos tipos de histórias ao seu pequeno e, quando se deparar com um assunto delicado, observar sua reação e acolher suas dúvidas sobre o livro? Assim, seu pequeno se sentirá valorizado e ouvido, e terá a oportunidade de aprender sobre o mundo ao lado de quem confia e com a voz sensível da literatura!

10 dicas de livros infantis que podem ajudar na educação dos filhos

Questões como medo, dificuldade na alimentação, higiene, saudade, perdas, bullying, desfralde, preconceito e separação dos pais podem ser mais facilmente tratados com a ajuda da literatura, que possibilita a abertura de um diálogo mais acessível com as crianças. Para ajudar mamães, papais e educadores, a Equipe de Curadoria da Leiturinha elencou 10 obras que abordam esses temas e que mostram como a literatura, além de ser fundamental para o desenvolvimento infantil, também pode ser um ótimo instrumento na educação dos pequenos! Continuar lendo.

Na categoria Conversando Sobre, das Coleções de Livros da Loja Leiturinha, reunimos livros infantis ideais para tratar temáticas complexas como sentimentos, separação e abuso infantil. Confira!

Profile photo of Sarah Helena

Mãe da Cecília, formada em Psicologia, especialista em Filosofia, sempre trabalhou com famílias, especialmente com os pequenos. Por esse amor ao universo afetivo infantil, hoje, na Leiturinha, ela colabora fortalecendo o vínculo das famílias leitoras através da experiência da literatura.