Os medos mais comuns em cada fase da criança

por | out 30, 2017 | 2 Comentários

Qual é seu maior medo? Imagine esse sentimento num cenário de imaginação fértil onde tudo fica muito maior e mais fabuloso do que realmente é, assim são os medos das crianças. Nós adultos, que diferenciamos fantasia de realidade, ainda assim às vezes alimentamos alguns medos, imagine o que se passa na cabeça de seu pequeno, quais são seus medos mais comuns.

As crianças sentem que aquilo que estão sentido é algo que realmente está acontecendo, que o monstro está mesmo embaixo da cama. Com o passar dos anos os medos vão diminuindo e mudam de forma. Veja quais são os medos mais comuns para cada fase e saiba como ajudar seu filho.

Até 1 ano

Pessoas estranhas podem assustar os bebês. Já por volta do primeiro ano, eles podem ter medo de ficar longe dos pais – esse medo se intensifica por volta dos 3 anos.

2 anos

Entendendo a relação de causa-efeito, a criança percebe que não tem controle sobre os outros e sobre o mundo, fica com medo de barulhos fortes como trovões, chuvas fortes e caminhões ou carros barulhentos. Além disso aqui começam os medos de criaturas imaginárias.

3 – 4 anos

Na fase da imaginação vem também muitos medos, especialmente de pessoas fantasiadas, escuro, monstros, insetos e de ficar sozinho.

5 anos

Os medos começam a ficar mais concretos, como de se machucar, de trovão, ladrão, medo de cachorro e de se perder dos pais.

6 – 7 anos

Diferenciando bem melhor realidade de fantasia, mas ainda assim com uma grande imaginação têm medo de criaturas fantasiosas, fantasmas, chuvas fortes, de ficar sozinhos e que algo ruim aconteça com os pais.

Fonte: Fundação Maria Cecília Souto Vidigal

Leia mais:

Escrito por Ariane Donegati
Jornalista e entusiasta do desenvolvimento infantil, acredita que brincar é sinônimo de aprendizado e felicidade para as crianças.
Relacionados
Como ensinar sobre eleições para crianças?

Como ensinar sobre eleições para crianças?

“Criança não tem que se meter em assunto de adulto.” Você já ouviu essa frase? Ou talvez já tenha falado ela? Meu pai sempre esteve no mundo da política. A casa costumava estar sempre cheia de adultos falando sobre política. E quando algum pequeno queria intervir no...

Você conhece a depressão pós-parto masculina?

Você conhece a depressão pós-parto masculina?

Quando falamos em depressão pós-parto, é natural associarmos a mulher que acabou de ter o bebê. No entanto, existem muitos casos de depressão pós-parto masculina, que é pouco falada, estudada, diagnosticada e tratada.  O que é a depressão pós-parto masculina? Essa...

5 receitas de tinta comestível para fazer em casa

5 receitas de tinta comestível para fazer em casa

Toda criança adora uma boa folia, seja brincando, cantando, dançando… E na cozinha então? A folia é mais gostosa ainda. Que tal unir a brincadeira com seu pequeno com a cozinha, ou seja, o útil e o agradável? As tintas comestíveis são extremamente populares entre as...

Como ensinar sobre eleições para crianças?

Como ensinar sobre eleições para crianças?

“Criança não tem que se meter em assunto de adulto.” Você já ouviu essa frase? Ou talvez já tenha falado ela? Meu pai sempre esteve no mundo da política. A casa costumava estar sempre cheia de adultos falando sobre política. E quando algum pequeno queria intervir no...

Você conhece a depressão pós-parto masculina?

Você conhece a depressão pós-parto masculina?

Quando falamos em depressão pós-parto, é natural associarmos a mulher que acabou de ter o bebê. No entanto, existem muitos casos de depressão pós-parto masculina, que é pouco falada, estudada, diagnosticada e tratada.  O que é a depressão pós-parto masculina? Essa...

5 receitas de tinta comestível para fazer em casa

5 receitas de tinta comestível para fazer em casa

Toda criança adora uma boa folia, seja brincando, cantando, dançando… E na cozinha então? A folia é mais gostosa ainda. Que tal unir a brincadeira com seu pequeno com a cozinha, ou seja, o útil e o agradável? As tintas comestíveis são extremamente populares entre as...

A importância de escutar as crianças

A importância de escutar as crianças

Que as crianças se manifestam o tempo todo, nós já sabemos. Porém, este tema se amplia e os olhares se voltam para a maneira e situações em que os adultos se dedicam a ouvir tais manifestações. E acredite, escutar as crianças vai muito além de emprestar os ouvidos....

2 Comentários

  1. Avatar

    Gostei saber desta fase dos pequenos.Bem interessante!

    Responder
  2. Avatar

    Tbm gostei muito dessas informações! 😉

    Responder
Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *