Mentiras são sempre um ponto de preocupação. Você já pegou seu filho mentindo e não soube como reagir? Crianças de até os 8 anos contam mentirinhas diferentes das dos adultos. Elas podem inventar ou aumentar situações acreditando que isso será o melhor para sua própria imagem. Isso ocorre pois elas buscam aprovação; em especial a aprovação dos pais.

Depois dessa fase elas vão aprendendo alguns “traquejos” e as mentiras podem ficar mais complexas. Acreditar que seu filho nunca vai mentir para você, é mentir pra si mesmo. Essas mentiras não necessariamente serão prejudiciais a outras pessoas, mas mesmo assim vale sempre dar o exemplo e, se pegar a criança mentindo, conversar e entender o motivo daquela mentira. Selecionamos algumas brincadeiras que podem ajudar a abrir o espaço necessário para conversar com a criança a respeito de mentiras.

Confira 3 brincadeiras para falar sobre mentiras com as crianças:

1. Teatro de fantoches
Idade: 2+

Se você não tiver fantoches em casa pode usar bonecos ou até objetos como carrinhos, sempre atribuindo personalidade para cada um. Use a historinha criada na brincadeira para falar de coisas do dia a dia. Por exemplo, tente trazer para a brincadeira alguma situação em que você sabe que a criança mentiu. Eventualmente faça perguntas como se fosse seu personagem falando com o personagem dela. Dessa maneira ela pode ter mais facilidade para se abrir sobre determinados assuntos.

2. Jogos de tabuleiro
Idade: 2+

Quando incentivamos as crianças a jogar algo ou praticar algum esporte, estamos apresentando à elas algumas regras de convivência.  Uma ótima maneira de trazer esses exemplos é por meio dos jogos de tabuleiro. Esses jogos sempre têm regras que devem ser seguidas para que a experiência seja divertida.

Porém, crianças mais novas podem se sentir mais tentadas a quebrar as regras. Isso não quer dizer que elas estejam trapaceando. Pelo contrário: é um sinal de que estão exercendo raciocínio lógico combinado-o com a imaginação. Isso acontece pois elas têm dificuldade em compreender o motivo de existirem regras. Afinal, se há um jeito mais objetivo de vencer porque não segui-lo? Por isso é importante que a faixa etária indicada nos jogos seja repeitada.

3. Telefone sem fio
Idade: 3+

Essa brincadeira ajuda a mostrar para as crianças que, às vezes, algumas histórias chegam até nós de forma diferente da realidade. Monte uma roda com as crianças e estabeleça uma ordem (sentido horário, por exemplo).  A primeira deve falar apenas uma vez uma frase baixinho no ouvido da seguinte, que deve repetir para a próxima e assim por diante. A última criança deve falar a frase em voz alta.

O resultado você já sabe: a frase quase nunca se parece com a criada pela primeira criança. Depois de fazer isso algumas vezes, converse com as crianças e mostre que nem tudo que nós ouvimos é verdade. Explique que é por esse motivo que não devemos sair falando tudo o que nos dizem.

Leia também: