Como a tecnologia pode atuar no lado social e afetivo das crianças tímidas

por | nov 28, 2017 | 3 Comentários

Infância conectada

Nós já falamos aqui no Blog da Leiturinha sobre o quanto a tecnologia faz parte da vida dos pequenos e do dia a dia da família e o quanto isso pode ser algo positivo! Quando bem direcionado e supervisionado, o digital é muito benéfico na infância, se tratando dos aspectos sociais e afetivos dos pequenos. Isso porque os vídeos e atividades colaborativas contribuem para a relação com aspectos importantes de cada fase da infância. Uma dica para que a utilização desses recursos seja plenamente positiva é dosar o tempo de uso e os conteúdos acessados, equilibrando o digital com atividades como brincadeiras ao ar livre e esportes que podem ser integrados por meio das redes sociais, por exemplo.

Como a tecnologia pode ajudar a criança tímida?

A infância é um período de descobertas, em que os pequenos conhecem e analisam tudo que os cercam. Já nessa fase, algumas crianças apresentam um comportamento mais tímido e uma personalidade introspectiva, brincando sozinhas, fazendo suas próprias buscas e inventando o seu próprio mundo. É muito importante que os pais entendam que, isso, nem sempre, é um problema, aprendendo a respeitar e a conviver bem com essa forma de ser do filho. Neste momento, a tecnologia pode ser uma grande aliada da criança tímida e da sua família também!

A Internet pode ser uma facilitadora no processo de descobrir a si mesmo e o ambiente ao redor, por meio da ludicidade dos vídeos, aplicativos e jogos que integram os pequenos uns aos outros e à imensa rede de conhecimento que os dispositivos educativos podem disponibilizar. Quando usamos as novas mídias como uma forma de explorar as possibilidades que o mundo real proporciona, tudo pode ficar ainda mais interessante. Por exemplo, a tecnologia pode ser um disparador para movimentos como piqueniques, uma ida ao parque, ou qualquer outro momento de troca.

Mas, mais uma vez é preciso ressaltar a importância da monitoração e da curadoria nesse processo, pois a Internet também pode ser perigosa, quando tratamos de aproximações mal intencionadas ou conteúdos inadequados à faixa etária dos pequenos. Portanto, certificar-se de que o seu filho está acessando conteúdos próprios e com segurança, é essencial para que o uso da tecnologia na infância seja positivo.

Dica dos especialistas

Com uma equipe especializada em desenvolvimento infantil, a Playkids é um exemplo de plataforma educativa 100% segura, que favorece e incentiva o desenvolvimento saudável, respeitando a individualidade dos pequenos. O app conta com conteúdos diversos que falam sobre as diferentes formas de ser criança e que podem ajudar os pequenos a lidar com sua timidez. Vídeos do personagem Caillou, como “Caillou faz um novo amigo”, e a turminha dos “Backyardigans”, por exemplo, refletem muito sobre a importância da amizade. Além disso, o aplicativo conta com conteúdos originais, cuidadosamente desenvolvidos. Entre eles, o vídeo “Você Quer Ser Meu Amigo?” mostra que fazer amigos é uma habilidade muito importante para aprender antes do jardim de infância!

Confira mais algumas dicas de conteúdos disponíveis em PlayKids que podem ajudar seu pequeno a lidar com a timidez:

O Mundo de Elmo, episódio Escola

O episódio ensina para as crianças sobre como funciona a rotina e o dia a dia na escola. Conhecer o ambiente escolar e como as coisas costumam funcionar na escola pode ajudar a diminuir a ansiedade das crianças mais tímidas em relação aos primeiros dias de aula.

O Pequeno Mundo de Dante, episódio Árvore de Jujubas

O desenho mostra para as crianças que é comum ter vergonha em situações inesperadas, mas que, mesmo assim, depois de se acostumar com a situação, tudo volta ao normal.

Eu Amo Aprender, música Emoções

Identificar as emoções pode ser mais fácil depois que as crianças assistirem ao clipe da música Emoções, conteúdo original da PlayKids. Depois de abordar as diferentes emoções com as crianças, os pais podem perguntar como elas se sentem quando estão em ambientes com pessoas desconhecidas. Juntos, pais e filhos podem trabalhar esses sentimentos.

Mundo Bita, música Parquinho

A música Parquinho, do querido Bita mostra como é bom conhecer novos amigos e brincar com eles no parquinho.

O Mundo de Elmo, episódio Amigos

Se relacionar e ter amigos desde a infância é essencial para o desenvolvimento dos pequenos e ainda pode ajudar os mais tímidos a se relacionar com pessoas desconhecidas e superar a timidez.

Leia mais:

Escrito por Caroline Lara
Líder da Equipe de Curadoria da Leiturinha, é formada em Psicologia e mãe do Caetano. Leitora compulsiva, é apaixonada em provocar emoção, despertar a fantasia, entreter e alegrar pequenos através da literatura. Acredita que quanto menor nosso tamanho, maior a criatividade!
Relacionados
Alguém Viu Meu Chapéu? Um livro Original Leiturinha

Alguém Viu Meu Chapéu? Um livro Original Leiturinha

Extra, extra! Saiu do forno mais um livro Original Leiturinha para os leitores do clube! E este é um livro tão intrigante. Mas antes de falar sobre ele, espere um instante. Ops! Acho que perdi meu chapéu! Você o viu? Ele se parece com um barco e é feito de papel!  A...

4 dicas para combater o preconceito infantil

4 dicas para combater o preconceito infantil

O preconceito é construído socialmente, a partir das nossas interações com o mundo e com os outros. A cada interação e troca, a criança vai absorvendo e compreendendo o mundo. Assim, ela vai construindo os seus valores e suas percepções. Nisso, muitas coisas boas...

Alguém Viu Meu Chapéu? Um livro Original Leiturinha

Alguém Viu Meu Chapéu? Um livro Original Leiturinha

Extra, extra! Saiu do forno mais um livro Original Leiturinha para os leitores do clube! E este é um livro tão intrigante. Mas antes de falar sobre ele, espere um instante. Ops! Acho que perdi meu chapéu! Você o viu? Ele se parece com um barco e é feito de papel!  A...

4 dicas para combater o preconceito infantil

4 dicas para combater o preconceito infantil

O preconceito é construído socialmente, a partir das nossas interações com o mundo e com os outros. A cada interação e troca, a criança vai absorvendo e compreendendo o mundo. Assim, ela vai construindo os seus valores e suas percepções. Nisso, muitas coisas boas...

3 Comentários

  1. Avatar

    Sou assinante dá leiturinha é preciso que seja enviado um livro com a temática de auto estima para minha filha.Estou precisando de ferramentas que a leve a refletir e se aceita.

    Responder
  2. Avatar

    Sou assinante do Leiturinha, sou mãe do Lucas, meu filho tem déficit de atenção e dislexia, faz tratamento com fonoaudióloga, psicopedagoga, e também com neuropediatra. Gostaria que todos dos livrinhos fosse direcionados com historia que ele conseguisse ler, por causa das dificuldades, e também livros com temática de auto estima, para ajuda-lo a entender que por causa desses problemas, ele não é diferente de outra criança.
    fico no aguardo
    Obrigada

    Responder
  3. Avatar

    Passei a fazer parte do Leiturinha essa semana. Sou avô do Eduardo Outerelo e a minha nora Renata é quem vai receber as edições a serem enviadas nos próximos 6 meses, direto para a casa do neto. Excelente esse artigo “Infância Conectada”. É possível nesse primeiro envio do material para o Eduardo, ter umas palavrinhas do avô para marcar o início desse acontecimento, que com certeza vai marcar a sua vida para sempre?

    Responder
Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *