Como saber se é a hora certa para o desfralde?

por | dez 5, 2017 | 14 Comentários

O momento do desfralde é um marco para a vida do bebê e da família como um todo! Deixar as fraldas para trás implica uma grande transformação na vida da criança e muitas adaptações na rotina familiar. Para iniciar o processo de desfralde é necessário observar se a criança está pronta fisiológica e psicologicamente para esta etapa do desenvolvimento. Para isso, preparamos uma listinha com alguns sinais de que seu pequeno está pronto para usar sua primeira cuequinha ou calcinha. Confira:

6 sinais de que seu pequeno está pronto para deixar as fraldas

1. Controlar os esfíncteres

Esfíncteres são as estruturas do corpo responsáveis por controlar a eliminação de xixi e cocô. Um dos sinais de que seu filho ou sua filha adquiriu este controle é sua capacidade de subir 5 ou mais degraus de uma escada sem se apoiar em nada. Outro indicativo é o fato de suas fraldas ficarem um bom tempo limpas e de fazer xixi de uma vez, e não de pouco a pouco. Porém, o controle dos esfíncteres é adquirido gradativamente, e cada criança o desenvolve no seu próprio tempo. Essa capacidade está associada a fatores biológicos e sociais e somente a partir dos 5 anos de vida, caso a criança ainda faça xixi “sem querer” é necessário consultar um profissional.

2. Incômodo com a fralda suja

Quando seu pequeno demonstrar incômodo com a fralda suja é um momento oportuno para mostrar a ele que existe uma opção muito mais confortável! O que pode ser um estímulo extra para o desfralde.

3. Imitação

A imitação é uma grande aliada no ensino-aprendizagem de uma forma geral. Sempre ouvimos como as crianças aprendem mais pelo exemplo do que pelas palavras. No desfralde não é diferente, vendo os pais, irmãos ou coleguinhas usando o vaso sanitário, a criança tende a imitá-los, o que o incentiva a fazer o mesmo, isso é até uma questão de identificação com essas pessoas.

4. Ficar sentado por alguns minutos

Este comportamento é algo esperado desde muito cedo, mas a capacidade de ficar sentadinho no penico é algo adquirido com o tempo e requer atenção e concentração. Se seu pequeno é muito inquieto ou agitado, procure formas de auxiliá-lo. Ler livros, brincar de rabiscar ou desenhar podem ajudar.

5. Idade

Especialistas apontam que as crianças tendem a estar prontas para o desfralde diurno a partir de 1 ano e meio de idade, sendo que muitas delas só estarão prontas depois dos 3. É importante apontarmos que a idade é apenas um dos fatores e não o mais relevante. Uma criança de 2 anos pode mostrar-se pronta, mas isso não quer dizer que as que começam o desfralde aos 3 anos estão atrasadas. Não se prender a idade e estar atento aos sinais comportamentais e psicológicos é o mais importante.

6. Saber nomear o xixi e o cocô

É importante que seu pequeno já saiba nomear as partes do seu corpo e o seu xixi e cocô. O momento da troca de fralda é ideal para mostrar à criança o cocô que ela fez. Os livros infantis também podem ser ótimos recursos para este aprendizado.

Agora é com você: Como ajudar as crianças a sair das fraldas?

Vale lembrar que a família tem um papel fundamental nesta etapa de desenvolvimento da criança. Confira 9 dicas para ajudar no desfralde do seu pequeno!

Categorias:
0 - 3 | Bebê | Desenvolvimento | Idade
Escrito por Sarah Helena
Mãe da Cecília, formada em Psicologia, especialista em Filosofia e Mestranda em Educação Profissional e Tecnológica. Sempre trabalhou com famílias, especialmente com os pequenos. Por esse amor ao universo afetivo infantil, hoje, na Leiturinha, ela colabora fortalecendo o vínculo das famílias leitoras através da experiência da literatura.
Relacionados
Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: como vencer a privação de sono e aprender a dormir junto com o bebê? Se fizeram noites infinitas desde que o meu bebê nasceu. Hoje, prestes a completar um ano de vida, nós já experimentamos fórmulas e incansáveis rituais do sono. Hora em hora,...

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Em primeiro lugar o processo de aprendizado da linguagem não é nada simples e envolve diversos fatores. Para falar, o pequeno precisa escutar bem, ter um entendimento daquilo que ouve, fazer um raciocínio lógico, escolher palavras. Enfim, são muitos fatores...

Marina e Makolelê: livro infantil sobre gentileza e empatia

Marina e Makolelê: livro infantil sobre gentileza e empatia

“Rabo de peixe, cara de gente!” Makolelê é um gorila que todos os dias vai até Marina, uma sereia, para zombar dela. Um dia, Marina resolve falar como se sente quando ouve essas provocações. Essa é uma história sobre empatia, amizade e respeito construído entre seres...

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: como vencer a privação de sono e aprender a dormir junto com o bebê? Se fizeram noites infinitas desde que o meu bebê nasceu. Hoje, prestes a completar um ano de vida, nós já experimentamos fórmulas e incansáveis rituais do sono. Hora em hora,...

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Em primeiro lugar o processo de aprendizado da linguagem não é nada simples e envolve diversos fatores. Para falar, o pequeno precisa escutar bem, ter um entendimento daquilo que ouve, fazer um raciocínio lógico, escolher palavras. Enfim, são muitos fatores...

Marina e Makolelê: livro infantil sobre gentileza e empatia

Marina e Makolelê: livro infantil sobre gentileza e empatia

“Rabo de peixe, cara de gente!” Makolelê é um gorila que todos os dias vai até Marina, uma sereia, para zombar dela. Um dia, Marina resolve falar como se sente quando ouve essas provocações. Essa é uma história sobre empatia, amizade e respeito construído entre seres...

Mas, pode? A importância da leitura na primeira infância

Mas, pode? A importância da leitura na primeira infância

Todas as crianças têm o direito de entrar em contato com os mais variados gêneros literários e tipos de livros. É a partir deste encontro que elas poderão desenvolver o gosto genuíno pelos livros. Além de aproveitar integralmente os benefícios que os livros tem as...

14 Comentários

  1. Avatar

    Achei o texto maravilhoso, norteia nós mamães…que ficamos confusas sem saber se estamos fazendo certo ou não.

    Responder
  2. Avatar

    Minha bebê tem 2 anos, mas não acho que seja o momento para o desfralde…ela não se encaixa nas dicas acima, vou esperar um pouco mais…e incentivar a usar a privadinha!!

    Responder
  3. Avatar

    O meu bebe tem 1 ano e 7 meses e ja se incomoda em ficar de fralda porém não assimila o xixi do coco

    Responder
  4. Avatar

    Meu filho tem 2 anos e 6 meses e estou tentando tirar ele da fralda, ele fica durante o dia sem fralda, mas faz xixi na roupa, sempre falo pra ele pedir, mas ele ainda não entende.

    Responder
  5. Avatar

    O que fazer para ter o desfralde noturno.

    Responder
  6. Avatar

    Meu filho tem 2 anos e 6 meses, já não usa fraldas durante o dia, pede para fazer xixi, mas o cocô ele se esconde e faz na roupa, depois que fez avisa.

    Responder
  7. Avatar

    Meu filho está com 3 anos e 4 meses, já pede pra fazer xixi no vaso ou no penico, mas cocô ele não faz. Quando chamo ele pra fazer no vaso e falo que vai ser legal, que vamos dar tchau p/ o cocô, etc …..ele corre e fala que tem medo, acaba segurando e quando não aguenta mais segurar faz na roupa.E agora? Como eu faço pra ele perder o medo de fazer cocô no vaso ou no penico?

    Responder
  8. Avatar

    Minha filha tem um 1 ano e 10, e ela durante o dia tenta tirar a fralda, ela nao aceita mais ficar com a fralda molhada e em seguida que faz xixi e cocô ela vem me avisar, eu to ensinando ela a me avisar quando quer fazer xixi e cocô pra começar o desfralde

    Responder
  9. Avatar

    Minha bebê fez 11 meses e já possui todas essas características desde os 9 meses, fico imaginando como seria precoce fazer o desfralde nesse momento.

    Responder
  10. Avatar

    A minha tem 13 meses e não quer ficar de fralda, mas não deixo tirar. Só me avisa que fez “Sissi” ou cocô, depois de já ter feito.

    Responder
  11. Avatar

    Minha bebe tem 1 ano e 3 meses, ´percebi que todas as vezes que eu ia ao banheiro ela agachava no chão como se estivesse usando o vaso e algum tempo depois ela começou a agachar no chão quando ia fazer as necessidades (mesmo usando fraudas) comprei um penico e para a minha surpresa ela fez xixi de primeira no penico sem insistências, acho que o fato de ela ver outra pessoa a incentivou.

    Responder
  12. Avatar

    Comecei a estimular a minha filha com 1 ano e 8 meses, como percebi q as respostas não estímulo era positiva continuei tentando sem fora a_la.
    Com 1 ano e 10 meses ela não usava fraldas nem de dia nem a noite…Ela tem 2 anos e 4 meses …sabe a diferença entre xixi e cocô… Como o texto diz, varia de criança…. cada um tem seu momento e desenvolvimento. Nunca podemos forçar….

    Responder
  13. Avatar

    Minha mais velha iniciei com 11 meses. Foi rápido e fácil. Minha mais nova estou iniciando hoje, com 1 ano e 2 meses.

    Responder
  14. Avatar

    Minha filha tem 2 anos e 3 meses e iniciei o desfraldar ontem, comprei o pinico com ela e fiz a maior festa quando cheguei em casa. Coloquei no banheiro e logo pediu para fazer xixi, não acreditei muito, mas ela fez assim de primeira, em seguida pediu novamente e fez cocô, sem problema nenhum. Ela está dando alguns escapes, mas está sendo tranquilo.
    Ela dava sinais há mais de um ano, tirava fralda e dizia a hora que estava fazendo xixi, mas achava muito pequena, como maori em lugar frio esperei esquentar para iniciar. Agora é ter paciência para dar continuidade ..

    Responder
Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *