Os pais estão exaustos e já não se lembram mais o que é dormir uma noite toda seguida. Mas o bebê está bastante ativo, nem parece que já é de madrugada e que a última soneca durou tão pouco tempo. Se identificou? Essa é a realidade de muitas famílias com crianças pequenas. O padrão do sono infantil é bem diferente do nosso, mas existem algumas coisas que podem ajudar ou atrapalhar esse momento. Reunimos aqui os inimigos do sono do bebê e como afastá-los da rotina da sua família.

1. Falta de rotina

Ter rotina é essencial para a criança. Mas uma coisa importante a se saber é que rotina pode variar de família para família, portanto não é porque algo funciona para outras famílias que vai funcionar também para a sua. Para criar esse hábito pense no que funciona no seu dia a dia, crie um padrão e repita todos os dias, depois de várias repetições o horário do sono vai ser incorporado pela criança de forma mais natural.

2. Muita claridade

Não basta que você diga que está na hora de dormir, a criança precisa sentir que está na hora de dormir para que isso aconteça de forma mais tranquila. Se sua casa fica com TV ligada e várias luzes acesas isso pode dificultar o relógio biológico do pequeno a entender que realmente está de noite. Vá deixando as luzes da casa mais baixas, ligue o abajur ou luminária ao invés de acender a luz do quarto da criança, desligue a TV e tablets pelo menos uma hora antes da hora de colocar a criança na cama.

3. Cansaço além do normal

Pode parecer contraditório, mas deixar a criança pular sonecas para dormir mais de noite não funciona. Ele só vai ficar mais cansado e, também, incomodado podendo tornar o momento do sono mais tenso. Um bebê de 1 mês, por exemplo, deve dormir cerca de 16 à 18 horas por dia, sendo 9 à noite, as demais são só de sonecas ao longo do dia. Pular essas sonecas não vai fazer o bebê dormir mais de noite, mas pode deixá-lo desconfortável. Portanto, sonecas são bem-vindas!

4. Estímulos fora de hora

Brincar com a criança é sempre positivo! Mas algumas brincadeiras as deixam mais estimuladas e, por isso, é melhor evitá-las perto da hora do sono. Nesses momentos prefira atividades mais tranquilas, sem tanto estímulos, como brincar com bonecos, ler um livro ou cantar canções de ninar.

5. Incômodos

Ir para a cama com fome, sede, calor, frio, dor… não dá nem para nós, imagine para nossos pequenos que ainda não conseguem se comunicar tão claramente e acabam chorando.

Leia mais:

 

Selecionamos as melhores músicas de ninar para te ajudar nessa hora.

Profile photo of Ariane Donegati

Jornalista e entusiasta do desenvolvimento infantil, acredita que brincar é sinônimo de aprendizado e felicidade para as crianças.