Amamentação: um ato de amor e cuidado

por | ago 2, 2019 | 0 Comentários

Semana Mundial de Aleitamento Materno

Entre os dias 01 e 08 de agosto, acontece a Semana Mundial de Aleitamento Materno (SMAM) que, desde 1992, promove ações pelo mundo em prol da amamentação. Já são 120 países que realizam todo ano, diversas atividades a fim de ressaltar a importância do aleitamento exclusivo até o sexto mês de vida, se estendendo até os 2 anos ou mais.

A Aliança Mundial de Ação pró-Amamentação (WABA), organizadora do evento, define anualmente o tema a ser explorado e também lança materiais de apoio que são traduzidos em 14 idiomas. Em 2017, o tema é: “Trabalhar juntos para o bem comum”. Com este tema em vista, é possível pensar em conjunto para identificar e superar os desafios comuns na promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno.

Amamentar é natural

A nutricionista materno infantil Ana Elisa Casalinho participa de uma iniciativa do Círculo Materno que promove diversas ações pela causa do aleitamento em Poços de Caldas (MG). Em um bate-papo com a Leiturinha, Ana Elisa contou sobre o Mamaço, que já acontece há cinco anos na cidade, reunindo mamães em um espaço para amamentar. O intuito do Mamaço é naturalizar e reforçar a importância da amamentação.

Para a nutricionista, “a receita para começar bem a vida envolve muito carinho e leite materno!” e “o incentivo ao aleitamento e a rede de apoio ajudam a fortalecer a luta pela amamentação”. Ela também afirma que ainda existe muito preconceito em relação a amamentar na frente de outras pessoas, como se esta atitude fosse uma ofensa. Em 2017, o Círculo Materno realiza oficialmente, pela primeira vez na cidade, o Agosto Dourado, campanha de atividades voltadas para a valorização do aleitamento materno.  

Estas ações também colaboram na divulgação de informações sobre o assunto, o que é fundamental para ajudar as recém mamães com possíveis dúvidas que possam surgir nesta fase. Embora algumas pessoas questionem a amamentação para pequenos com mais de 6 meses de vida, a indicação nutricional é de que o aleitamento materno seja realizado de maneira exclusiva e em livre demanda até os 6 meses e, após este período, seja aliado a outros alimentos e mantido até os 2 anos ou mais. Segundo a nutricionista, também é comum a mãe confundir o choro do bebê com fome e pensar que seu leite é fraco ou que não está sendo suficiente, mas Ana Elisa ressalta: “não existe leite fraco”.  

Os benefícios para pequenos e mamães

Além de ser um momento especial, repleto de amor, carinho e cuidado, a amamentação também traz diversos benefícios para a saúde do bebê e da mamãe. Por isso, a nutricionista Ana Elisa elencou as vantagens que o ato de amamentar proporciona para mães e filhos, confira:

Para o bebê:

– Prevenção de doenças e alergias;
– Diminuição da mortalidade infantil;
– Diminuição das chances de morte súbita do bebê;
– Diminuição das chances de ter diarreias ou prisão de ventre;
– Diminuição das chances de desenvolver asma, eczemas, obesidade;
– O bebê fica mais calmo e chora menos.        

Para a mãe:

– Diminuição da chance de desenvolver câncer de mama, do endométrio e do ovário;
– Diminuição do risco de desenvolver osteoporose, doenças cardíacas, diabetes e artrite reumatoide;
– Funciona como um anti-estresse;
– Colabora com que o útero da mãe diminua e volte ao tamanho normal mais rapidamente;
– Diminuição das chances de hemorragias após o parto.

Leia também: 

Categorias:
Amamentação | Bebê
Escrito por Ana Clara Oliveira
Jornalista e editora do Blog da Leiturinha, é fascinada por tudo que envolve o mundo da leitura, da educação e da infância. Acredita que as palavras aproximam pessoas, libertam a imaginação e modificam realidades. Gosta de escrever, viajar e aprender sempre.
Relacionados
A importância dos gestos na comunicação com o bebê

A importância dos gestos na comunicação com o bebê

Você sabe a importância dos gestos na comunicação com o bebê? No início da vida de um pequeno ou pequena, os gestos são uma das principais ferramentas de comunicação com o mundo. E o uso desses sinais começa bem antes da fala. Quer saber mais? Confira! Por que...

Meu filho tem medo de fogos de artifício. O que fazer?

Meu filho tem medo de fogos de artifício. O que fazer?

Celebrar a chegada do Ano Novo costuma ser uma tradição entre a maioria das famílias. No entanto, essa celebração não passa despercebida para quem tem um bebê em casa. Pelo contrário, pode gerar ansiedade e preocupação para muitos pais e responsáveis. Afinal, além de...

A importância dos gestos na comunicação com o bebê

A importância dos gestos na comunicação com o bebê

Você sabe a importância dos gestos na comunicação com o bebê? No início da vida de um pequeno ou pequena, os gestos são uma das principais ferramentas de comunicação com o mundo. E o uso desses sinais começa bem antes da fala. Quer saber mais? Confira! Por que...

Meu filho tem medo de fogos de artifício. O que fazer?

Meu filho tem medo de fogos de artifício. O que fazer?

Celebrar a chegada do Ano Novo costuma ser uma tradição entre a maioria das famílias. No entanto, essa celebração não passa despercebida para quem tem um bebê em casa. Pelo contrário, pode gerar ansiedade e preocupação para muitos pais e responsáveis. Afinal, além de...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *