Bett Educar 2019: PlayKids marca presença no maior evento de educação e tecnologia da América Latina

por | maio 21, 2019 | 0 Comentários

Entre os dias 14 e 17 maio, São Paulo recebeu, no espaço Transamerica Expo Center, o maior evento de educação e tecnologia da América Latina, a Bett Educar 2019. O evento contou com a participação de mais de 230 empresas nacionais e internacionais, diversas palestras sobre temas relacionadas à educação, como práticas em sala de aula, inclusão, formação de professores, Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e Gestão; além de palestras inspiradoras com ícones como Augusto Cury, Leo Fraiman e Tânia Queiroz.

Na Bett, acreditamos em criar um futuro melhor pela transformação da educação. Nossa missão é reunir pessoas, práticas e tecnologias para propiciar o desenvolvimento dos educadores, maximizando a aprendizagem dos alunos. – Missão Bett Educar

Entre as ruas e pavilhões, cerca de 22 mil participantes da comunidade educacional de todos os estados brasileiros ávidos para conhecer as novidades tecnológicas, socioemocionais e as práticas e metodologias que despontam e inovam o mercado do ensino.

PlayKids marca presença no maior evento da educação e tecnologia da América Latina

E claro que, se falou em transformar o mundo através da educação, falou em PlayKids! Com representantes da área de Conteúdo e Comunicação, estivemos por lá para garimpar e ficar por dentro dos debates mais atuais acerca de educação e tecnologia. Confira tudo o que vimos e ouvimos durante os quatro dias da Bett Educar 2019!

BNCC e Habilidades Socioemocionais

A Base Nacional Comum Curricular que entrará em vigor em 2021 era tema constante nos stands e palestras. A grande novidade advinda da mudança é o trabalho focado e pautado pelas Habilidades Socioemocionais, que atribuem características de autoconhecimento, empatia, comunicação e auto imagem associadas às matérias curriculares como português, matemática e geografia.

A preocupação com as habilidades socioemocionais é tema mundialmente em pauta, posto que, com cada vez mais frequência, vemos o mercado de trabalho dando atenção à inteligência emocional e ao modo de agir e se colocar do indivíduo, considerando as habilidades cognitivas como algo que pode ser ensinado e moldado através de cursos e formação. Em um mundo que exige criatividade e inovação, não adianta ter apenas conhecimento isolado do modo de ser e agir do indivíduo, e é nesse contexto que as escolas mais respeitadas, como em países como a Finlândia, se pautam.

Inclusão

Outro tema bastante discutido foi inclusão, em todos os sentidos, desde as deficiências cognitivas e motoras até a oportunidade semelhante de aprendizado para todos os alunos.

Afinal, a sala de aula é e será sempre composta de indivíduos diferentes, indivíduos portando ou não de alguma habilidade especial, já são diferentes por natureza. E o professor, cada vez mais, precisa se capacitar para lidar e atender às diferentes demandas. Eliminar a sociedade segregacionista é a etapa inicial para que as pessoas tenham “direito a diferença na igualdade de direitos”, como falado por Ana Mayra Samuel da Silva, em sua palestra sobre o tema.

Tecnologia e Educação

Posto que motivação e a vontade são os principais precursores do aprender, a tecnologia, por despertar interesse nato e conversar diretamente com os jovens, desponta como forte aliada na educação. Cada vez mais as escolas procuram se inovar em todos os sentidos, desde a comunicação com os pais, a parte financeira, e principalmente, na sala de aula. Com mecanismos que facilitam a sala de aula invertida, gamificação e outros recursos que tornam o aprendizado significativo.

Cultura Maker

Colocar o aluno como protagonista do aprender é eficiente por inúmeros motivos, o principal deles é que motiva no jovem senso de responsabilidade e o aprender sinestésico (misturando diferentes sentidos), é o tal da mão na massa. Além disso, esse aprendizado torna o contexto multidisciplinar, pois aplica a metodologia STEAM, que consiste em ensinar conceitos de ciências, tecnologia, engenharia, artes e matemáticas simultâneamente. Tem a ver com colocar um contexto real, na qual as matérias conversam e se auxiliam, contrapondo o ensino “antigo”, de matérias individuais.

Inspirados para continuar empenhados na missão de ensinar com diversão para fazer um mundo melhor

Após tantos dias e tanto aprendizado, o sentimento que fica é de que estamos no caminho certo com o trabalho que realizamos tão cuidadosamente em cada um dos produtos PlayKids. Afinal, muito mais do que profissionais capacitados, precisamos formar seres humanos melhores, mais completos e mais felizes. E para isso, nada melhor do que educação, literatura, tecnologia e momentos compartilhados em família!  

Leia também:

Categorias:
sem categoria
Escrito por Nathalia Pontes
Mestre em Psicologia da Educação, Educadora e escritora, acredita que aprender é uma combinação entre autoconhecimento, troca e curiosidade pelo novo. É apaixonada por educação, desenhos, viagens e literatura.
Relacionados
10 Lançamentos Exclusivos Leiturinha imperdíveis

10 Lançamentos Exclusivos Leiturinha imperdíveis

Desde 2014, a Leiturinha busca o que há de melhor no universo da literatura infantil para oferecer aos pequenos leitores do clube. E foi nessa missão que, há 4 anos, mais do que selecionar livros já publicados, a Equipe de Curadoria passou a selecionar também...

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Em primeiro lugar o processo de aprendizado da linguagem não é nada simples e envolve diversos fatores. Para falar, o pequeno precisa escutar bem, ter um entendimento daquilo que ouve, fazer um raciocínio lógico, escolher palavras. Enfim, são muitos fatores...

10 Lançamentos Exclusivos Leiturinha imperdíveis

10 Lançamentos Exclusivos Leiturinha imperdíveis

Desde 2014, a Leiturinha busca o que há de melhor no universo da literatura infantil para oferecer aos pequenos leitores do clube. E foi nessa missão que, há 4 anos, mais do que selecionar livros já publicados, a Equipe de Curadoria passou a selecionar também...

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Em primeiro lugar o processo de aprendizado da linguagem não é nada simples e envolve diversos fatores. Para falar, o pequeno precisa escutar bem, ter um entendimento daquilo que ouve, fazer um raciocínio lógico, escolher palavras. Enfim, são muitos fatores...

Atenção aos sinais de que seu filho precisa de um psicólogo

Atenção aos sinais de que seu filho precisa de um psicólogo

Por vezes, algumas mudanças na vida de uma criança, como a separação dos pais, a chegada de um irmão mais novo e a mudança de escola podem desencadear alterações de comportamento. Caso apenas o suporte da família não seja suficiente para que a criança enfrente este...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *