Prêmio Reclame Aqui

Dança com bebê: fortalecendo o vínculo por meio da música

por | set 24, 2019 | 1 Comentário

Interagir com os bebês, desde a gestação, é fundamental para um desenvolvimento mais saudável e para o fortalecimento do vínculo entre pais e filhos. E quando falamos em interação, vale ler para o bebê, cantar, ouvir música, conversar… Aqui, vamos falar sobre uma dessas práticas que, além de deliciosas, colaboram com o desenvolvimento do seu pequeno: a dança com bebê!

Criando vínculos com seu bebê desde antes do nascimento

Na gestação e no puerpério, o contato entre os pais e o bebê acontece por meio da comunicação e dos gestos direcionados a ele. São as falas intencionadas, as carícias e a conversa diária que geram bons sentimentos. Sentimentos estes, tanto dos pais, que aos poucos vão se apropriando deste novo lugar, quanto do bebê, que recebe o carinho e o amor que lhe é ofertado, contribuindo de maneira significativa para seu desenvolvimento pleno e saudável.

Com relação ao período gestacional, pesquisas apontam que quanto maior a receptividade e a ligação dos pais com essa experiência, melhor será o parto, a recuperação no pós-parto e, consequentemente, o vínculo com o recém-nascido.

De acordo com a Doula, Nutricionista e escritora Lívia Penna F. Rodrigues, muitos estudos mostram como a relação dos pais para com os bebês durante a vida intrauterina é importante para a saúde da criança, sendo que as atitudes e os sentimentos da mãe podem influenciar na constituição emocional do bebê. A autora ainda ressalta sobre os sentimentos do homem em relação à companheira grávida, como fator relevante para o êxito da gravidez.

Neste contexto, o vínculo estabelecido entre mãe e bebê é um componente essencial no processo interativo e atua como fonte de todo o afeto. Dentre as maneiras possíveis de vivenciar e atribuir significados afetivos às experiências maternas, bem como proporcionar o fortalecimento do vínculo, está a dança com bebê.

Dança com bebê: fortalecendo o vínculo por meio da música e do corpo

Tanto na gestação ou já com o bebê nos braços, dançar de maneira livre e liberta promove o movimento da energia vital, estabelece harmonia entre a díade, traz leveza e balanço para estes períodos de intensas adaptações. Mãe e bebê experienciam novas possibilidades com o corpo, diferentes das posturas de acolhimento – e recolhimento – tão características neste período.

Assim, a dança com bebê permite o vai e vem dos sentimentos e emoções, leva as angústias e as mágoas e traz consigo a esperança, o prazer, a delicadeza. Dançar colocando em suspensão os medos e receios abre espaço para a contemplação, bailando no ritmo próprio de cada dinâmica familiar.

Como posso fazer?

Vale então, em um primeiro momento, colocar uma música alegre ou cantar canções que promovam estas sensações na mãe e, consequentemente, no bebê. Convidar o pai para estar nestes momentos, brincar, movimentar, rodar, sorrir, abrir o corpo e depois, escolher uma harmonia mais calma e relaxante, embalar, ninar a cria e sentir esse pulsar interno do maternar.

A concentração e a qualidade de presença estreitam os laços e proporcionam um momento único dentro da rotina de cuidados, que é naturalmente cansativa. A dança possibilita fluidez na expressão das emoções através da inspiração das músicas, dos movimentos do corpo e dos sentimentos vivenciados.

E você? Gosta de dançar com seu bebê, seja no ventre ou nos braços? 

Leia também: 

Categorias:
0 - 3 anos
Escrito por Juliana Di Lorenzo
Mãe da pequena Olívia e Psicóloga. Após vivenciar as transformações e vicissitudes da maternidade, escolheu por dedicar seus estudos e práticas à psicologia Perinatal e Parental. Atua no atendimento clínico e grupos terapêuticos, pois acredita nas possibilidades da fala e escuta compartilhada. * Juliana é nossa autora convidada e seus textos não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Leiturinha.
Livros selecionados por faixa etária, todo mês na sua casa. Saiba Mais.
Relacionados
Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

“Viver a maternidade real é me doar a todo momento. É pensar e estar com ele no meu pensamento 24 horas por dia. É me preocupar, é sentir esse medo, acho que até mesmo um medo de perder. É querer aproveitar cada momento como se fosse único e pedir que o tempo pare."...

Qual é a importância da leitura na educação infantil?

Qual é a importância da leitura na educação infantil?

De modo geral, os livros têm a capacidade de formar cidadãos ativos na organização de uma sociedade mais consciente e crítica. Mas qual é a importância da leitura na educação infantil, especificamente? Neste texto, você irá descobrir por que desenvolver o hábito da...

Meu filho dorme mal: 5 dicas para noites mais tranquilas

Meu filho dorme mal: 5 dicas para noites mais tranquilas

Meu filho dorme mal, o que fazer? 😴 Se essa pergunta não sai da sua cabeça, é bom prestar atenção nas informações que temos para você! O sono é importante para que o desenvolvimento mental e físico das crianças ocorra de forma saudável. Como essa fase de crescimento é...

Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

“Viver a maternidade real é me doar a todo momento. É pensar e estar com ele no meu pensamento 24 horas por dia. É me preocupar, é sentir esse medo, acho que até mesmo um medo de perder. É querer aproveitar cada momento como se fosse único e pedir que o tempo pare."...

Qual é a importância da leitura na educação infantil?

Qual é a importância da leitura na educação infantil?

De modo geral, os livros têm a capacidade de formar cidadãos ativos na organização de uma sociedade mais consciente e crítica. Mas qual é a importância da leitura na educação infantil, especificamente? Neste texto, você irá descobrir por que desenvolver o hábito da...

Meu filho dorme mal: 5 dicas para noites mais tranquilas

Meu filho dorme mal: 5 dicas para noites mais tranquilas

Meu filho dorme mal, o que fazer? 😴 Se essa pergunta não sai da sua cabeça, é bom prestar atenção nas informações que temos para você! O sono é importante para que o desenvolvimento mental e físico das crianças ocorra de forma saudável. Como essa fase de crescimento é...

1 Comentário

  1. Andrea

    Sou vovo de um bebê lindo tem dois meses e vinte dias eu mantenho uma rotina de visitas desde o nascimento dele. A partir do início do segundo mês eu coloco musicas danço converso coloco ele no tapetinho vamos para o banho de sol depois o banho que é uma verdadeira natação ele mama e dorme. Coloco musicas sempre estímulo muito ele por que tenho muito amor então quero que ele se alegre mas tenho preocupação de estar estimulando muito pela idade. E se isso pode ser prejudicial?
    Ele já interaja com as canções e tenta até cantar com a vovo.

    Responder
Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *