Aniversário da Leiturinha, os melhores descontos pra incentivar a leitura infantil. Vem pro Clube! Assine agora

Tudo o que você precisa saber sobre o autismo infantil

por | jun 16, 2022 | 15 Comentários

Leia mais:
👉 Autismo: o que é e quais são os sinais do TEA?
👉 4 mitos sobre o autismo que precisam ser desfeitos
👉 O que as famílias de crianças atípicas não aguentam mais ouvir

O que é autismo?

De acordo com a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), o Transtorno do Espectro Autista (TEA) se refere a uma série de condições caracterizadas por algum grau de comprometimento no comportamento social, na comunicação e na linguagem. Outras características comuns são o foco em detalhes, reações incomuns às sensações e aos sentidos (como tato ou audição) e também dificuldade na transição de uma atividade para outra, por exemplo.

No entanto, como trata-se de um espectro, as características são bastante variáveis, com diferentes amplitudes e/ou intensidades. Ou seja, podem variar muito de pessoa para pessoa. Ainda, indivíduos com TEA frequentemente podem apresentar outras condições, como transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), ansiedade, depressão e epilepsia.

Portanto, o autismo constitui um grupo diversificado de condições, relacionadas ao desenvolvimento do cérebro. Em todo o mundo, estima-se que 1 em cada 160 crianças tenham TEA. Contudo, acredita-se que a prevalência seja ainda maior, sobretudo em países de baixa e média renda.

De forma geral, as características do autismo costumam ser identificadas ainda na primeira infância, até os cinco ou seis anos de idade. E isso é extremamente importante, para que os pequenos e pequenas tenham acesso a terapias especializadas, contribuindo para o estímulo e desenvolvimento de habilidades.

Alguns dos principais comportamentos em crianças com TEA:

  • Interação social: ausência ou baixa frequência de contato visual, sem interação espontânea com adultos e também outras crianças;
  • Comportamento: repetitivo e estereotipado (como dar pulos, chacoalhar as mãos ou se balançar), além de ter interesse restrito em temas e brinquedos específicos;
  • Linguagem: ausência ou atraso significativo do desenvolvimento de linguagem oral (compreensão e expressão) e alteração em diversas habilidades linguísticas.

👉 Quer saber mais? Conheça quais são os sinais do TEA.

Quais são os mitos mais comuns sobre o autismo?

Infelizmente, há diversos mitos em relação ao autismo, que precisam urgentemente ser desfeitos. Alguns deles são a falta de emoção, a agressividade, o retardo ou a genialidade das pessoas autistas. Há também um mito sobre o balanço, que diz que todos os autistas rodam ou balançam-se para frente e para trás, de forma contínua.

A realidade, entretanto, é que não existe um padrão fixo para todos as pessoas autistas. Ao mesmo tempo, a falta de informações confiáveis faz com que muitos pais, mães e pessoas responsáveis neguem o autismo, sobretudo quando não enxergam tais estereótipos nas suas crianças.

👉 Ficou curioso(a)? Conheça agora mesmo quais são os mitos mais comuns sobre o autismo.

O papel das famílias de crianças atípicas

A família e a escola da criança autista têm papéis fundamentais na vida dos pequenos e pequenas. Afinal, são responsáveis por acolher, estimular, cuidar e proteger as crianças.

👉 Veja o texto de Poliana Martins (mestra, doutoranda e mãe de um pequeno autista, o João), sobre o que as famílias de crianças atípicas não aguentam mais ouvir.

Além disso, vale destacar o papel que os amigos, as amigas e, especialmente, os irmãos têm na vida das pessoas autistas, já que são essenciais para o seu desenvolvimento. Em todos os sentidos!

👉 Confira o depoimento de Luciana Mendina sobre a relação da sua filha mais velha com seu pequeno autista.

Livros infantis para falar sobre autismo

Por vezes, uma dúvida comum entre pais, mães e cuidadores é se existem livros específicos para pequenos e pequenas autistas. A resposta é não! Isso porque as crianças autistas vão muito além do diagnóstico. Para saber se um livro é ideal para uma criança, seja ela autista ou não, é preciso conhecer seus gostos, preferências e personalidade, por exemplo.

Apesar disso, existem livros infantis que abordam o autismo, inclusive o autismo infantil. São obras poéticas e sensíveis, que abordam o autismo de forma lúdica e divertida para todos os pequenos e pequenas. Pensando nisso, vamos conhecer alguns exemplos da Loja Leiturinha?

O Menino Só e A Escova de Dentes Azul

O Menino Só

A infância é a época de se expressar livremente! Nessa fase, reagimos de forma surpreendente e espontânea diante de tudo que é novo, não é mesmo? Dentre tantos jeitos e formas de ser, existem alguns traços especiais, que caracterizam “o menino só” – único, como tantos outros iguais a ele. Em O Menino Só, a sensibilidade das palavras de Andrea Viviana Taubman tecem a história de um menino em seu próprio mundo de introspecção e transformação.

A Escova de Dentes Azul

Algumas pessoas vivenciam as diferenças de forma mais assídua, e é preciso que olhemos suas individualidades com amor e delicadeza. Marcos Chaib Mion é um apresentador de televisão, ator, dublador, empresário e blogueiro. Em seu livro “Lições que Aprendi com meu Filho Autista”, o autor traz algumas passagens sobre a aventura de ser pai do Romeo. Mas uma passagem em especial despertou a comoção de toda a família e do público em geral. Foi assim que nasceu A Escova de Dentes Azul, que também irá emocionar você e seu pequeno ou pequena!

👉 Clique aqui para comprar os livros “O Menino Só” e “A Escova de Dentes Azul” na Loja Leiturinha!

Você gostou das nossas dicas para falar sobre autismo? Quer continuar lendo e vivendo as melhores histórias com as crianças? Então, não deixe de conhecer o Clube Leiturinha: o maior clube de livros infantis da América Latina! Acesse o site, escolha o plano ideal para sua família e receba todo mês o livro ideal para seu pequeno ou pequena, na sua casa! 📚❤️

Por que fazer parte de um clube de livros com as crianças? Descubra!

Escrito por Blog Leiturinha
A equipe do Blog Leiturinha é formada por especialistas em educação, literatura infantil, parentalidade e desenvolvimento infantil.
E-book exclusivo Leiturinha
Relacionados
Como acolher as crianças refugiadas?

Como acolher as crianças refugiadas?

Em todo o mundo, estima-se que existam mais de 100 milhões de refugiados. Tratam-se de pessoas forçadas a deixar suas casas devido às guerras e conflitos armados, perseguições e abusos de direitos humanos, conforme explica a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR)....

Por que existe o Dia da Criança Africana?

Por que existe o Dia da Criança Africana?

O Dia da Criança Africana, comemorado no dia 16 de junho, foi instituído após uma manifestação estudantil em Joanesburgo, na África do Sul, que resultou em centenas de vítimas. Embora a data exista em memória deste acontecimento, também deve ser vista como um momento...

Por que ensinar as crianças a amar os animais?

Por que ensinar as crianças a amar os animais?

O convívio com os animais pode ser muito benéfico para as crianças, já que essa relação trabalha as habilidades sociais e emocionais dos pequenos e pequenas, por exemplo. Além disso, saber mais sobre outras espécies é fundamental para a educação ambiental. Pensando em...

Como acolher as crianças refugiadas?

Como acolher as crianças refugiadas?

Em todo o mundo, estima-se que existam mais de 100 milhões de refugiados. Tratam-se de pessoas forçadas a deixar suas casas devido às guerras e conflitos armados, perseguições e abusos de direitos humanos, conforme explica a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR)....

Por que existe o Dia da Criança Africana?

Por que existe o Dia da Criança Africana?

O Dia da Criança Africana, comemorado no dia 16 de junho, foi instituído após uma manifestação estudantil em Joanesburgo, na África do Sul, que resultou em centenas de vítimas. Embora a data exista em memória deste acontecimento, também deve ser vista como um momento...

Por que ensinar as crianças a amar os animais?

Por que ensinar as crianças a amar os animais?

O convívio com os animais pode ser muito benéfico para as crianças, já que essa relação trabalha as habilidades sociais e emocionais dos pequenos e pequenas, por exemplo. Além disso, saber mais sobre outras espécies é fundamental para a educação ambiental. Pensando em...

15 Comentários

  1. Michele da Silva Ramos

    Eu acho q os meus dois filhos tem autismo um d 11 anos eo d 4 anos eles são totalmente diferentes um do outro.

    Responder
  2. Alaide Monteiro

    Muito legal em vcs abordarem sobre esse tema, pois passa muito despercebido pelas pessoas, meu filho tem autismo leve..

    Responder
  3. Vanessa

    Amei vocês terem o lovro sobre autismo. Tenho um filho de 6 anos no TEA.

    Responder
  4. Vanessa

    Amei o assinto sobre autismo tenho um filho de seis anos no TEA.

    Responder
  5. Luciana Chamas

    Ótima abordagem. Quanto mais cedo o diagnóstico, maiores as chances de um tratamento eficaz. Na suspeita de TEA, procurem especialistas e iniciem a terapia. O importante é encarar, agir e aceitar.

    Responder
  6. flavia santos

    Meu nome é Flavia, sou mãe de um menino autista de 5 anos, para quem assinei a Leiturinha. Como não era assinate na época, dostaria de saber se poderia receber o livro “O menino só” na próxima entrega. e tb se vcs tem outas dicas de livros sobre inclusão.
    Obrigada

    Responder
  7. Lucina

    Assim como a flavia santos não era assinante na época do livro. Meu filho de 07 anos é autista e gostaria de receber o livro “o menino só”.
    Grata

    Responder
  8. Cristiane Aparecida Sanchez Prado

    Boa tarde, me interessei sobre o assunto abordado do autismo, e gostaria de receber o livro O menino Só, para conhecer mais sobre o autismo.
    Pois vou trabalhar com inclusão e acredito que o livro vai me ajudar muito.
    Grata

    Responder
  9. Ethel Mariam Voloch

    Gostei da forma como abordaram esta questão, gostaria de receber o livro
    o menino só
    trabalho com criancas , area da saude

    Responder
  10. Claudia

    Muito bem explicado com exceção de um detalhe, TEA não é doença e sim uma condição. Parabéns pelo tema.

    Responder
  11. Clarice Linhares

    Esses livros são voltados para o publico infantil, meu filho tem 14 anos e está com suspeita de altismo, tem uma coleção para adolescentes?

    Responder
  12. Robson

    Esses livros dessa coleção já foram distribuídos para assinantes? Me tornei assinei há 3 dias e ainda não recebi a primeira entrega. Por ser pai de autista (meu filho tem 3 anos e 10 meses) e ter me interessado pela coleção, gostaria de saber se há a possibilidade de recebe-los. Caso contrario, irei compra-los. Obrigado.

    Responder
    • Ana Laura Caetano

      Robson, o prazo de entrega do primeiro Kit é de 15 dias úteis, está bem? A partir do segundo mês você entra em nosso ciclo de envios e tem o prazo de 30 dias após o pagamento para receber! 😄 Assim que o código de rastreamento estiver disponível, enviaremos para que acompanhe a entrega!

      Os livros de nossa loja Leiturinha não são enviados no clube da Bebel, mas você pode adquirir a coleção: “Mundo Azul” pelo link: https://midi.as/1lK2 !
      Ahhhh… E assinantes com o plano UNI e DUNI têm descontos exclusivos em nossa loja, sabia? 😉

      Responder
  13. Andreia Luise

    Boa noite! Sou mãe de um bebê de 2 anos e 2 meses, estamos investigando autismo, ele tem um atraso da fala, e gostaria muito de receber o livro: O menino só, assinei recentemente O Leiturinha, e aguardo a chegada do primeiro livro. Aproveito para parabenizar o Blog de vocês, os assuntos são bem interessantes, adorei a matéria que fala sobre a leitura para crianças hospitalizadas, sou enfermeira e convivo com essa luta diariamente. Obrigada !
    Continuem com esse trabalho maravilhoso de vocês!

    Responder
Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

E-book gratuito! Vamos falar de conscientização ambiental com as crianças?

Descubra a importância do tema e o papel da literatura nessa jornada!

Boa leitura!