4 dicas para estimular a criatividade dos pequenos

por | nov 7, 2019 | 1 Comentário

A capacidade de inventar uma grande história a partir de situações do dia a dia, de encontrar soluções inusitadas e criar mil teorias sobre a vida é constantemente associada aos pequenos. Afinal, infância é tempo de brincar, de imaginar e de criar! No entanto, embora toda criança tenha um potencial criativo é sempre importante estimular a criatividade! Nesse sentido, a família e a escola têm papel fundamental para propiciar que essa habilidade seja trabalhada e desenvolvida. Ao fazer isso, colaboramos para que os pequenos se tornem adultos mais criativos, curiosos e motivados. Qualidades que, com certeza, serão muito valorizados ao longo de sua vida.  

Mas como fazer isso?

O brincar, sem dúvidas, é uma das principais formas de estimular a criatividade dos pequenos, assim como as histórias! No entanto, existem outras diversas maneiras de oferecer um ambiente propício à criação. Para ajudar você a desenvolver essa habilidade em seu pequeno, listamos aqui 4 dicas simples para estimular a criatividade das crianças. Confira:

1. Invista no contato com a arte

A arte é fundamental para que nos coloquemos no mundo enquanto sujeitos, expressando nossas subjetividades, habilidades e individualidades. Pensando nisso, não nos resta dúvidas quanto a importância da arte na infância. Afinal, é durante os primeiros anos de vida que os pequenos descobrem seu próprio modo de conhecer e ser, além de suas habilidades cognitivas individuais. Por isso, invista em atividades artísticas! Muita tinta, lápis de cor, colagens e tudo o mais que a imaginação permitir! 

2. Incentive seus gostos e hobbies

Jogar bola, pintar, dançar, assistir filmes, desenhar… Desde novinhos os pequenos já começam a desenvolver suas preferências e, neste momento, é fundamental que você incentive essas atividades para que eles possam explorá-las ao máximo. Isso não só estimula sua criatividade, como também colabora com seu desenvolvimento e autoestima!

3. Use desafios para estimular a curiosidade

Desafios e jogos de perguntas e respostas, por exemplo, são os preferidos dos pequenos que já estão em idade escolar, especialmente a partir dos 6 anos, quando noções de regras estão em pleno desenvolvimento. Essa é uma ótima maneira de instigar a curiosidade das crianças, fazendo-as questionar e refletir sobre o mundo a sua volta, desenvolvendo suas próprias teorias.

4. Propicie o contato com o novo e com o diferente

Sair do ambiente familiar é um ótimo exercício para adultos e crianças. É dessa forma que ampliamos nossa visão de mundo, exercitamos a empatia e, também, estimulamos a criatividade! Para os pequenos, tudo é novo!  Por isso, passeios de final de semana e, até mesmo, idas ao mercado podem se tornar grandes aventuras que ocasionam um verdadeiro temporal de perguntas. Então, procure sempre levar seu pequeno a lugares que estimulem a imaginação e o contato com a natureza, como museus, bibliotecas e parques!

Escrito por Ana Clara Oliveira
Jornalista e editora do Blog da Leiturinha, é fascinada por tudo que envolve o mundo da leitura, da educação e da infância. Acredita que as palavras aproximam pessoas, libertam a imaginação e modificam realidades. Gosta de escrever, viajar e aprender sempre.
Relacionados
Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: como vencer a privação de sono e aprender a dormir junto com o bebê? Se fizeram noites infinitas desde que o meu bebê nasceu. Hoje, prestes a completar um ano de vida, nós já experimentamos fórmulas e incansáveis rituais do sono. Hora em hora,...

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Em primeiro lugar o processo de aprendizado da linguagem não é nada simples e envolve diversos fatores. Para falar, o pequeno precisa escutar bem, ter um entendimento daquilo que ouve, fazer um raciocínio lógico, escolher palavras. Enfim, são muitos fatores...

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: o que fazer?

Meu bebê não dorme: como vencer a privação de sono e aprender a dormir junto com o bebê? Se fizeram noites infinitas desde que o meu bebê nasceu. Hoje, prestes a completar um ano de vida, nós já experimentamos fórmulas e incansáveis rituais do sono. Hora em hora,...

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Distúrbios da fala em crianças: quais são?

Em primeiro lugar o processo de aprendizado da linguagem não é nada simples e envolve diversos fatores. Para falar, o pequeno precisa escutar bem, ter um entendimento daquilo que ouve, fazer um raciocínio lógico, escolher palavras. Enfim, são muitos fatores...

Marina e Makolelê: livro infantil sobre gentileza e empatia

Marina e Makolelê: livro infantil sobre gentileza e empatia

“Rabo de peixe, cara de gente!” Makolelê é um gorila que todos os dias vai até Marina, uma sereia, para zombar dela. Um dia, Marina resolve falar como se sente quando ouve essas provocações. Essa é uma história sobre empatia, amizade e respeito construído entre seres...

1 Comentário

  1. Avatar

    Muito bom.

    Responder
Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *