Todos sabemos que ler frequentemente traz inúmeros benefícios para pessoas de todas as idades. Aprendemos informações novas, conhecemos novos lugares, novas histórias, aumentamos nosso repertório e, por consequência, também nos ajuda no vocabulário e oratória. Da mesma forma que o hábito de leitura é extremamente rico para os adultos, é para os pequenos também, inclusive para bebês que não entendem literalmente todo o conteúdo da história. Confira 4 benefícios que ler com frequência traz para os pequenos:

1. Amplia o vocabulário

Estudos já comprovaram que ter acesso a livros regularmente aumenta em 70% o contato com novas palavras, muito mais do que em conversas. No processo de alfabetização, o pequeno vai ter mais facilidade para usar as palavrinhas, prestar mais atenção nas aulas e facilita, também, a interpretação de textos. Isso acontece porque ao ler, as crianças desenvolvem a habilidade de organizar e assimilar histórias, o cérebro se exercita e aprende a se comunicar com o mundo.

2. Tempo em família

Muitos adultos deixam de ler para seus bebês por acreditarem que, por serem tão pequenos, ainda não conseguem entender e assimilar histórias. Na verdade, o bebê consegue, sim, perceber alterações de som, tonalidade e entendem o ritmo do texto. Se você observar com atenção, eles mudam a expressão do rosto de acordo com o momento, sorrindo ou arregalando os olhos. Além disso é um ótimo momento para passar tempo de qualidade em família e ir criar laços com o bebê.

3. Estímulo sensorial

Existem muitos livros para crianças que estimulam os sentidos e ajudam em outras fases do desenvolvimento como, por exemplo, a introdução alimentar. Como a criança já teve contato com novas texturas e sensações diferentes, experimentar alimentos com aspecto diferente não será uma surpresa tão grande, facilitando a receptividade do pequeno.

4. Livros servem como exemplo

Use a criatividade e aproveite personagens queridos pelo pequeno para usá-los como exemplo na realização de tarefas difíceis. Largar a mamadeira e começar a usar o copinho, por exemplo. Encontre um personagem que esteja passando pelo mesmo momento que seu pequeno e mostre como ele alcança o sucesso, mesmo com tantos desafios e dificuldades. O mesmo é válido para a alimentação, usando o personagem como exemplo de alguém que se alimenta bem. Serve como inspiração, além de despertar a curiosidade e imaginação das crianças.

Leia mais:

Profile photo of Flávia Puccini

Fonoaudióloga, mestre em processos e distúrbios da comunicação e especialista em motricidade orofacial. É consultora de amamentação e laserterapeuta. Carinhosamente, contribui com seu conhecimento no Blog, à convite da Leiturinha.