Vou ser titia, e agora?”. Essa novidade traz muitas dúvidas e expectativas, mas não se preocupe! Quem recebeu essa notícia já pode comemorar: ser tia é uma sensação maravilhosa! Se você já tem filhos, pode dar dicas e ajudar na preparação para a chegada do bebê, caso contrário, é hora de se preparar para essa nova fase da sua vida, que requer muito cuidado e carinho! <3

O amor de tia é sincero, leve, divertido e, ao mesmo tempo, desafiador. É preciso estar pronta para dar amparo aos pequenos sobrinhos, principalmente nos primeiros anos de vida, quando a criança está desenvolvendo sua imaginação, descobrindo o mundo e se conhecendo.

1. Ser tia é ajudar os papais antes do grande dia

Acalme os nervos, pois os papais vão precisar de muito apoio emocional da sua parte, com tantas coisas para resolver – como mobília, nova rotina, decoração disso e daquilo, roupinhas, fraldas, o enxoval… Nesse período de gestação, o papel de tia como organizadora e conselheira emocional é imprescindível, já que os futuros papais vão estar com as emoções à flor da pele.

2. Ser tia é ajudar os papais depois do grande dia

É preciso mostrar-se disponível e dar suporte aos pais após a chegada do bebê também. Afinal, eles podem precisar de alguém para cuidar da criança por um tempinho, levar para passear ou mesmo buscá-la na escola. Fazendo isso, além de ajudar os papais, você também estreita os laços de afetividade e se aproxima ainda mais do seu sobrinho, compartilhando momentos inesquecíveis com ele.

3. Ser tia é ser amiga

Quando estiver com seu sobrinho ou sobrinha, faça brincadeiras, proponha atividades, coloque uma música infantil, cantem e dancem juntos! É importante estar sempre ativa. Não fique mexendo no celular toda hora, isso pode frustrá-la e fazer com que fique chateada com você. Lembre-se: o amor de tia coruja é o que eles esperam! <3

4. Ser tia é também dar o exemplo

O desenvolvimento de uma visão de mundo positiva é facilitado quando a criança tem o apoio de uma pessoa que ela admira. Isso vale para as tias, já que o nível de afeição entre tia e sobrinho tende a ser muito bom, fazendo com que os pequenos, muitas vezes, se inspirem e se espelhem em suas tias. Portanto, preocupe-se também em estimular hábitos saudáveis na vida da criança. Você pode, por exemplo, incentivar o hábito de leitura em casa, unindo as atividades para alfabetização as atividades prazerosas para atrair a atenção e despertar a curiosidade do pequeno.

Mas lembre-se: antes de qualquer programação, pergunte aos pais primeiro. Para que a relação seja positiva e saudável, é fundamental não desautorizá-los. Obedeça sempre as regras e a forma como eles criam seus filhos. Assim, você ganha a confiança da família e consegue aproveitar os melhores momentos com seu sobrinho!